google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Autor revela possível final para 'Hunter x Hunter'

Atualizado: 22 de fev.


Hunter x Hunter

O criador do mangá de Hunter X Hunter, Yoshihiro Togashi, revelou no talk show de televisão, Iwakura and Yoshizumi's Show, que ele considera quatro cenários possíveis para encerrar o mangá. Ele disse em uma carta lida em voz alta durante o programa que desenvolveu três dos possíveis finais. Ele apresentou o quarto final abandonado durante o programa, e acrescentou que pode ser considerado o final caso ele faleça antes de terminar formalmente o mangá. Togashi tem 57 anos.


O criador relatou que o quarto final abandonado ("final D") se passa após um salto no tempo, anos no futuro. Espelhando o início do mangá, uma garota chamada Gin está pescando em uma lagoa e captura um peixe enorme. Ela orgulhosamente traz o peixe para sua mãe e proclama que sua mãe nunca pode pedir-lhe para se tornar um caçador novamente, antes de deixar sua mãe com o peixe. A mãe debate o futuro de Gin com o pai de Gin, expressando decepção por sua filha não querer se tornar uma caçadora como seu famoso avô Gon. Após uma mudança de cena, Gin revela que não quer se tornar uma caçadora por causa da frequência com que seu avô Gon deixou sua avó Nouko sozinha em casa devido às suas aventuras como caçadora. Ela promete nunca sair da ilha, e ficar para sempre ao lado de alguém quando um menino entra na sala. A cena final do final D é um pássaro voando para longe em um céu enquanto alguém assiste.


Togashi tinha esperanças de que seria capaz de pensar em um final satisfatório o suficiente para não ter que recorrer ao possível final A, B ou C, que ele previu que teria uma recepção mista do público. Ele acreditava que as reações dos leitores seriam 80% positivas no final A, divididas igualmente no final B e 90% negativas no final C. (Ele qualificou que pessoalmente não acha que o final A seria altamente avaliado pelos leitores, apenas que seria o final "seguro" e não controverso). Apesar das críticas esmagadoras que receberia dos fãs, Togashi pessoalmente preferiu terminar C fora dos possíveis finais.


O mangá entrou em hiato em janeiro, citando problemas de saúde para o autor. A Shueisha afirmou na época que consultou Togashi, e decidiu que o mangá não deveria seguir um formato serializado semanal no futuro. O departamento editorial acrescentou que, assim que souber detalhes concretos do retorno do mangá e como o mangá será serializado daqui para frente, revelará os detalhes na revista.


Fonte da matéria aqui.

Comentarios


bottom of page