google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Zilda Arns: Uma Biografia Resenha

Atualizado: 15 de abr.

Zilda Arns: Uma Biografia Resenha

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: Zilda Arns: uma biografia nos oferece o retrato nítido e sem retoques da criadora da Pastoral da Criança e principal responsável pela histórica redução da mortalidade infantil no Brasil e pela melhoria das condições de vida de milhões de crianças em vários países do mundo. Zilda foi uma mulher destemida e iluminada que soube conciliar, como poucos, ciência e fé, competência e coragem, para enfrentar o obscurantismo de alguns setores da Igreja, a incompetência de políticos e da emperrada máquina burocrática dos governos, assim como os interesses dos poderosos da mercantilização da medicina. Tudo isso pela contagiante paixão de cumprir a missão ao mesmo tempo religiosa, profissional e humanitária que Zilda se impôs desde a infância, bem antes da invenção da expressão “empoderamento feminino” e para orgulho dos brasileiros de todos os credos, classes e gêneros.

Resenha: Não tem como não se encantar com essa biografia. Zilda Arns foi uma mulher muito forte e batalhou em nome de sua fé e por sua natural vocação. A biografia de Zilda se mistura um pouco com a criação da Pastoral da Criança, por mais que o livro se aprofunde em sua vida com uma certa “antipatia”, é compreensível como a narrativa do livro mistura sua vida com o projeto, afinal os dois são quase que a mesma coisa.

Um dos momentos mais marcantes dessa leitura é aquele em que Zilda Arns bate de frente com políticos e pessoas poderosas. Ela não tinha medo de fazer as coisas da maneira certa e correta. A vários trechos em que ela solta os cachorros para cima de presidente, políticos e até donos de emissoras.


A escrita do livro é pouco intimista, nos aprofundamos na vida de Zilda com uma certa distância, é notável a preocupação e um certo cuidado do que abordar de sua vida, mas a biografia não deixa de trazer a grandeza do trabalho dessa mulher.

Zilda Arns foi grande, mas cometeu erros e teve arrependimentos, para os leitores que a conheçam através da mídia vão poder conhecer um pouco da figura de personalidade forte dessa mulher, vão poder conferir as consequências de se doar com tanta paixão ao vocação, as dificuldade de equilibrar a família e trabalho. Considerada quase uma santa, o livro também transparece uma pessoa comum, que acerta e erra.

A história de Zilda Arns é inspiradora. Conhecer um pouco mais de sua história é mais que um privilégio, é um dever, pois esta mulher fez muito pelas crianças e gestantes do nosso país. Zilda é a personificação do amor.


Nota: 7


Comments


bottom of page