google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Os Livros Favoritos de Yoko Ono

Atualizado: 25 de mai.

Os Livros Favoritos de Yoko Ono dica de livro os livros favoritos dos famosos livro literatura leitor obra literária indicação do livro

Yoko Ono Lennon é uma ativista, cantora, compositora, cineasta e artista plástica vanguardista japonesa. Atualmente vive sozinha em seu apartamento, em Nova Iorque. Suas obras, tanto musicais quanto plásticas e conceituais, são caracterizadas pela provocação, introspecção e pacifismo, sendo famosas no mundo inteiro.


Yoko Ono teve uma célebre carreira como artista multimídia de vanguarda, autora e ativista pela paz. Ao longo de sua vida, Ono teve um caso de amor com os livros que permeia grande parte de seu trabalho, e logo abaixo vocês podem conhecer algumas de suas leituras preferidas.


Mao

Por Jung Chang e Jon Halliday


'Mao - A história desconhecida' é a mais sólida biografia de Mao Tse-tung já escrita, fruto de uma década de pesquisa em arquivos do mundo todo e centenas de entrevistas com amigos, colaboradores e conhecidos de Mao. Os autores mostram como Mao concentrou-se em expandir seu domínio durante quase três décadas, ainda que isso resultasse no sofrimento e na morte de dezenas de milhões de cidadãos.



O Cérebro que se Transforma

por Norman Doidge


'O Cérebro que se Transforma' apresenta casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes, como uma mulher que nasceu com apenas metade do cérebro, mas que conseguiu se adaptar e levar uma vida normal; outra, rotulada como mentalmente incapaz, que curou suas deficiências e agora ajuda muitos a fazerem o mesmo; pessoas cegas que voltaram a enxergar; dificuldades de aprendizagem curadas; recuperação de pacientes que sofreram derrames; depressão e ansiedade crônicas que desapareceram, entre outros casos. Doidge nos leva a um território que parece fantástico. Aprendemos como nossos pensamentos podem ativar ou desativar nossos genes, alterando a anatomia do cérebro.



Cada um Morre por Si

por Hans Fallada


'Cada um morre por si' começa em Berlim, num dia de junho de 1940. No mesmo prédio em que alguns moradores comemoram a capitulação da França frente à Alemanha nazista, o casal Anna e Otto Quangel recebe a comunicação da morte de seu filho na guerra. É o momento em que os Quangel, até então trabalhadores apolíticos, concentrados em suas obrigações diárias, começam a enxergar as mentiras e o alcance dos tentáculos do regime, que os obriga a viver com medo. Conscientes de sua quase insignificância social, Anna e Otto se empenham num plano de oposição em pequena escala: espalhar pela cidade cartões-postais com mensagens de desnudamento da máquina nazista.



Caiu do Céu

por Mckenzie Funk


Os danos causados à Terra pela mudança do clima avolumam-se a cada dia. Enquanto algumas regiões são consumidas pela seca, outras são devastadas por inundações. Ilhas e regiões litorâneas já sentem os efeitos da elevação do nível do mar. A escassez de água e alimentos ameaça a economia de vários países e a vida de numerosas populações, alterando a geografia humana dos continentes. A mudança climática, porém, não é sinônimo de catástrofe para todo mundo. Para alguns significa um novo e promissor horizonte de negócios, como mostra esse livro surpreendente do jornalista norte-americano McKenzie Funk.



A Música no seu Cérebro

por Daniel J. Levitin


A música é uma obsessão que está no cerne da natureza humana, e talvez seja mais fundamental para a nossa espécie do que a linguagem. Neste livro fascinante, o neurocientista, psicólogo e autor best-seller Daniel Levitin tenta entender o poder que ela exerce sobre nossa consciência, e estuda sua relação com a atividade cerebral: como o cérebro percebe a música, e o que a música nos ensina sobre o cérebro?



Violência: Seis Reflexões Laterais

por Slavoj Zizek


Num cenário de manifestações de rua cada vez mais sangrentas, a Boitempo publica o explosivo Violência, de Slavoj Žižek.Neste apaixonante apelo à consciência, as sociedades em que vivemos são viradas de cabeça para baixo, em uma análise que articula conhecimentos dos múltiplos campos da história, da psicanálise, da filosofia, da sociologia e das artes, dissecando a violência inerente à globalização, ao capitalismo, ao fundamentalismo e à própria linguagem.



País Fast Food

por Eric Schlosser


Este livro transporta o leitor não só ao lado de trás do balcão de uma loja de fast food, mas às várias etapas do processo por que passam os alimentos antes de chegar a ele.

Comentários


bottom of page