google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Um Passado de Presente Crítica

Um Passado de Presente crítica filme cinema longa-metragem crítica de filme crítica de cinema

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: Depois que uma feiticeira transporta o cavaleiro medieval Sir Cole (Josh Whitehouse) para a época atual em Ohio, durante as festas de fim de ano, ele faz amizade com Brooke (Vanessa Hudgens), uma professora de ciências inteligente e gentil que está desiludida pelo amor. Brooke ajuda Sir Cole a navegar no mundo moderno e tenta ajudá-lo a descobrir como cumprir sua misteriosa e verdadeira missão - o único ato que o levará de volta para casa. Mas, à medida que ele e Brooke se aproximam, Sir Cole começa a se perguntar se realmente quer voltar à sua antiga vida.

 

Crítica: O elemento mais importante aqui é Josh Whitehouse, cujo comportamento de olhos brilhantes tornam 'Um Passado de Presente' mais agradável do que uma repetição de todas as outras fábulas natalinas. Ele é menos musculoso e mais pateta que um Chris Hemsworth. A diretora Monika Mitchell e a escritora Cara J. Russell tiram o máximo proveito do fato.

 

Josh Whitehouse não tem muita química com Vanessa Hudgens, mas onde a falta de faíscas pode representar um problema para qualquer outro filme de romance, não há muito impedimento aqui. Além de uma cena sem camisa, essa é uma fantasia casta - uma história que envolve outro potencial interesse amoroso por Cole é rapidamente banida - e parte do apelo de Cole é que, por mais bonzinho que seja, ele é romanticamente inofensivo.

 

'Um Passado de Presente' sofre ao tentar marcar o maior número possível de pontos para um filme romântico natalino. São partes iguais de conto de fadas moderno, filme de viagem no tempo que serve para fazer as pessoas entenderem e apreciarem sua própria época e um pouco de magia. Os criadores não fazem nada de significativo para atualizar essas armadilhas de gênero ou brincar com suas convenções.

 

Os pequenos detalhes, bons e ruins, são os pontos que acabam se destacando em 'Um Passado de Presente', enquanto o resto do filme segue um caminho desgastado. Brooke nunca mais acreditará em amor? Cole escolherá ir ou ficar, quando tiver a opção? O Natal é a época mais maravilhosa do ano? As respostas já são evidentes.

 

Enquanto isso, os valores de produção estão além do que você pode esperar das ofertas mais famosas da Hallmark. Ninguém está usando uma peruca óbvia. As sequências de abertura, filmadas na Irlanda - em oposição à Romênia ou, digamos, ao New Jersey Medieval Times - apresentam pelo menos sete cavalos, numerosos cavaleiros vestidos com cota de malha e uma multidão de extras usando veludo bonito em vez de apenas camponeses sujos de lama roupas e também um falcão.

 

'Um Passado de Presente' é um tropeço bem estabelecido, que por muitos momentos não faz sentido algum. O filme diverte e não faz o sentir o tempo perdido, mas ele está bem longe de ser um bom filme. 'Um Passado de Presente' é só mais um filme na pilha de filmes natalinos da Netflix.

 

Nota: 4



Commenti


bottom of page