google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Torto Arado Resenha

Atualizado: 23 de abr.

Torto Arado Resenha

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: Nas profundezas do sertão baiano, as irmãs Bibiana e Belonísia encontram uma velha e misteriosa faca na mala guardada sob a cama da avó. Ocorre então um acidente e para sempre suas vidas estão ligadas.Numa trama conduzida com maestria e com uma prosa melodiosa, o romance conta uma história de vida e morte, de combate e redenção.

Resenha: 'Torto Arado' do autor Itamar Vieira Júnior, foi o destaque nacional no universo literário em 2020. A obra foi a vencedora dos prêmios mais reconhecidos, como o Prêmio Jabuti de melhor romance literário e o Prêmio Oceanos de literatura, ambos obtidos em 2020. O livro ainda está fazendo sucesso e não é à toa, para você leitor essa é uma obra que vale a pena conferir.

A história traz a família de Zeca Chapéu e Salustiana, e suas filhas Bibiana e Belonísia, descendentes de escravizados. O cenário da obra é fictício e se passa na Fazenda Água Negra, um local que representa uma imagem real do nosso Brasil. Bibiana e Belonísia são as personagens principais do romance, composto por figuras femininas fortes. As irmãs, vão desvelando a vida e aprendendo a unir as duas vozes em uma só, dentro de uma trama cheia de segredos e conflitos.

'Torto Arado' é uma obra polifônica, onde Itamar Vieira Júnior traz as narrativas das irmãs Bibiana e Belonísia, em textos com uma linguagem muito rica. Através da leitura é possível enxergar a vida desses personagens, a cultura local e até mesmo um jeito de falar específico. O tom de relato, que por muitas vezes se mistura ao confessional, traz muita dinâmica à leitura.

O livro começa com muita tensão e traz um ar místico que me prendeu muito à leitura. Ao longo de 'Torto Arado' há diversos tons que permeiam a fluidez, onde o autor Itamar transita nos diversos sentimentos gerados pela injustiça.

'Torto Arado' é o tipo de obra que faz o leitor se transportar para dentro da história e lugar, literalmente ele te suga para dentro das páginas. O livro traz uma imersão gigantesca para o leitor, os personagens têm vozes vivas que é possível ouvir essas histórias com muita intimidade. O autor traz uma obra curta e com uma linguagem muito fluida e simples.

Itamar Vieira Júnior tem um cuidado especial com as pequenas coisas. Uma faca, uma mala, moscas ao redor da roupa de couro, um vestido e um simples chapéu são inseridos com muitos detalhes em 'Torto Arado' trazendo uma forte atmosfera poética que enriqueceu bastante a obra.

A representatividade do nosso Brasil, não está somente nos lugares e ambientes, mas também na sociedade, na obra temos o nosso o sertão brasileiro e suas relações, o trabalho servil marcados pela violência, a seca, crenças, lendas e religiosidades da cultural e da ancestralidade africana.

'Torto Arado' tem forte protagonismo feminino, a histórias de suas personagens é muito intimista. A obra é uma viagem sem volta ao sertão baiano, reconstruído por meio de uma linguagem elegante, simples e cheia de detalhes de Itamar Vieira Júnior. A obra traz reflexões e compreensões com suas críticas sociais e ao abrir cada página você esquece do mundo ao seu redor.


Nota: 9


Comments


bottom of page