google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Todo dia a Mesma Noite Crítica

Atualizado: 20 de mai.

Todo dia a Mesma Noite Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: A minissérie da Netflix conta a triste noite de 27 de janeiro de 2013. Uma série de falhas de segurança, escolhas irresponsáveis e criminosa, provoca um incêndio na Boate Kiss em Santa Maria (RS), resultando na morte de 242 pessoas.

Crítica: 'Todo Dia a Mesma Noite' é levemente baseado no livro homônimo escrito pela jornalista Daniela Arbex que acompanha a luta dos pais das vítimas para levar os responsáveis pela tragédia à justiça.

O objetivo da produção é fazer o público chorar, com isso a minissérie abusa do melodrama e da linguagem novelesca para contar a sua versão da história. 'Todo dia a Mesma Noite' se deixa levar pela emoção e se concentra no horror do incêndio e na exploração do sofrimento.

A minissérie é para o público que só quer ficar triste e chocado com a tragédia. O roteiro não chega onde deve, perdendo o foco da história que queria ou deveria contar. As atuações são bem medianas e boa parte do elenco dispara um sotaque caricato que infelizmente não convence, mas o que salva a minissérie do completo desastre é o elenco, apesar de tudo.

'Todo Dia a Mesma Noite' falta de sutileza do roteiro e um maior cuidado na direção, mas eu acho que essa nunca foi uma preocupação genuína da produção. Essa minissérie não funcionou para mim. Eu recomendo demais vocês lerem o livro da jornalista Daniela Arbex. Se vocês tiverem afim de assistir algo sobre a tragédia, tem o 'Boate Kiss: A Tragédia de Santa Maria' no Globoplay muito mais honesto e esse documentário eu recomendo demais.


Nota: 4




Comments


bottom of page