google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Skippy Crítica

Skippy Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: O pequeno Skippy, filho de um bem-sucedido fiscal de saúde, se envolveu em uma grande encrenca ao arrumar amizade com um menino pobre que mora do outro lado da cidade, Sooky. Eles são melhores amigos e, quando o cachorro de Sooky é capturado pela carrocinha, os dois terão que correr contra o tempo para que ele não seja sacrificado. E, enquanto isso, descobrem que o pai de Skippy planeja demolir o bairro onde vive Sooky.

 

Crítica: 'Skippy' foi lançado em 1931 e é inspirado na história em quadrinhos de Percy Crosby, muitos filmes daquele ano não se sustentaram nas décadas que se seguiram, mas certamente não foi o caso aqui. O longa contava com uma história simples, mas sua simplicidade pode ser uma das razões pelas quais se sustentou tão bem.

 

Talvez esse filme seja um dos mais peculiares indicados para Melhor Filme no Oscar, pois não é apenas uma adaptação de história em quadrinhos, mas também um típico filme infantil do qual a Academia geralmente não gosta.

 

Embora voltado para crianças, a maioria dos adultos encontrará muitas coisas para se divertir em 'Skippy', começando com a performance comovente de Jackie Cooper. Embora ocasionalmente o trabalho do ator pareça um tanto calculado, na maioria das vezes é natural e sem esforço. Ele pode ser inocente e conivente, astuto e ingênuo e quando está feliz, a alegria irradia de dentro.

 

Skippy e Sooky são personagens cuja química é incrível. Cooper e Coogan atuam muito bem um com o outro, criando um relacionamento forte e natural na tela que fundamenta todo o filme e todas as transformações dramáticas que a história sofre. É fácil acreditar que Skippy está crescendo e aprendendo com seu tempo com Sooky, um garoto da parte pobre da cidade e ele está se tornando uma pessoa melhor por causa disso.

 

Grande parte do crédito por seu sucesso, é claro, deve ir para o diretor Norman Taurog, que lida com todo o filme com delicadeza e sensibilidade. Todas as oportunidades estavam aí para transformar essa obra em um grande melodrama, um verdadeiro arremessador de lágrimas, mas Taurog evita clichês e ao contrário, nos conta uma história muito cativante e sentimental, mas sem exageros.

 

Muitos dos diálogos de Joseph Mankiewicz ainda têm um impacto, mesmo que alguns deles agora pareçam um pouco piegas. Quase o mesmo pode ser dito sobre o enredo, especialmente porque os espectadores viram muitos de seus elementos em outros filmes ao longo dos anos.

 

'Skippy' é um filme infantil sólido, frequentemente cativante e memorável, que é um dos mais peculiares indicados ao Oscar de Melhor Filme, tendo em mente que é um filme familiar baseado em uma história em quadrinhos.

 

Nota: 9



Comments


bottom of page