google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Os Livros Favoritos da Shonda Rhimes

Atualizado: há 5 dias

Os Livros Favoritos da Shonda Rhimes dica de livro os livros favoritos dos famosos livro literatura leitor obra literária indicação do livro

Shonda Lynn Rhimes mais conhecida como Shonda Rhimes, é uma roteirista, cineasta e produtora de televisão norte-americana e criadora da produtora Shondaland.


Rhimes foi responsável pelo roteiro de diversos filmes. A primeira produção de Shonda para a televisão foi Grey's Anatomy (2005-presente). Entre os vários prêmios que a produção levou, está o Globo de Ouro de melhor série dramática (2007). Criou também as séries de televisão Private Practice (2007–2013) e Scandal (2012–2018) e produz os seriados How to Get Away with Murder (2014–2020), The Catch (2016-2017) e Station 19 (2018–presente).


É óbvio que essa mulher incrível é uma leitora, confira abaixo algum dos livros favoritos de Shonda Rhime.


Mulherzinhas

por Louisa May Alcott


Ao longo das páginas de "Mulherzinhas", o leitor entenderá o que une essas obras: fortes personagens femininas que marcaram e continuam a marcar gerações. Acompanhe as aventuras, dores, desilusões amorosas, perdas e aprendizados das irmãs March e descubra o que torna esse livro um dos mais queridos e relevantes da literatura mundial.


"Eu leio 'Mulherzinhas' toda vez que termino com um cara... Jo se torna uma escritora e encontra seu coração em um lugar inesperado. Acima de tudo, aprendemos o que Jo sempre soube: não importa quem seja o cara ou quão grande ele seja, ninguém te ama como suas irmãs." - Shonda Rhimes



Columbine

por Dave Cullen


O Massacre de Columbine pode não ter sido o primeiro tiroteio em massa, mas foi o primeiro da era digital. Na esteira dos acontecimentos de Newtown, Aurora, Virginia Tech, Christchurch, Suzano e Ohio, torna-se cada vez mais urgente compreender e confrontar acontecimentos como o de Columbine. Nossa arma é reaprender a ouvir a dor que cresce em silêncio no outro e no cerne dos valores da nossa sociedade.


"... Lê-lo partiu meu coração. Não se trata tanto de um tiroteio, mas do que acontece com as pessoas que sobrevivem a esse tipo de tragédia. É escrito com uma honestidade crua que me ajudou a vislumbrar o custo emocional que esse tipo de evento pode ter. Qualquer pessoa preocupada com a violência armada nas escolas deve considerá-la leitura obrigatória." - Shonda Rhimes



Eu Sei Por Que o Pássaro Canta na Gaiola

por Maya Angelou


RACISMO. ABUSO. LIBERTAÇÃO. A vida de Marguerite Ann Johnson foi marcada por essas três palavras. Maya, como era carinhosamente chamada, escreve para exibir sua voz e libertar-se das grades que foram colocadas em sua vida.


"É um dos primeiros poemas que decorei para recitação e, quando dito em voz alta, é especialmente poderoso. A dicotomia da alegria despreocupada e da raiva fervilhante esfregando-se uma na outra estrofe por estrofe sempre pareceu – e continua a parecer – como a perfeita definição enlouquecedora da experiência humana." - Shonda Rhimes



A Dança da Morte

por Stephen King


Após um erro de computação no Departamento de Defesa, um vírus é liberado, dando origem à doença que ficará conhecida como Capitão Viajante, ou "supergripe". Não demora muito para que um milhão de contatos casuais formem uma cadeia de morte, e é assim que o mundo como o conhecemos acaba. Os bons se apoiam nos ombros frágeis de Mãe Abigail, com seus cento e oito anos de idade, enquanto todo o mal é incorporado por um indivíduo de poderes indizíveis: Randall Flagg, o homem escuro.


"Stephen King me ensinou a sugar as pessoas. Quando eu tinha 9 anos, todas as noites eu lia o máximo de páginas de 'A Dança da Morte' que eu podia... Honestamente, sinto que aprendi algumas das melhores regras de narrativa de seus livros." - Shonda Rhimes


Comentarios


bottom of page