google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Sem Novidade no Front (1930) Crítica

Atualizado: 7 de set. de 2023


Sem Novidade no Front (1930) Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: O filme segue um grupo de estudantes alemães, convencidos a se alistar no início da Primeira Guerra Mundial por seu professor chauvinista.

Crítica: Poucos filmes, até hoje, atingiram uma mensagem anti-guerra tão poderosa quanto a extraordinária evocação de Lewis Milestone da trágica loucura da guerra. Indiscutivelmente, ainda o maior filme da Primeira Guerra Mundial, seu terno retrato da inocente juventude alemã é justaposto ao angustiante imediatismo da guerra de trincheiras, filmado com uma verossimilhança reveladora que muitos cineastas modernos, com todas as suas ferramentas, não conseguiram igualar.

O Lewis Milestone não deixou nada de fora. Três ou quatro mortes à vista do público; duas cenas de hospital; sugeriu amputações de pernas tão sugestivamente forçadas que você quase pode vê-las cortadas; mortes por aquela carnificina de guerra no campo e uma morte por esfaqueamento nas trincheiras, incluindo a visão medonha de um par de mãos nuas apenas, por apenas um flash, pendurado em uma cerca de arame farpado.

É uma produção expansiva com vistas que nunca parecem ser limitadas. Quando os projéteis demolem os aposentos subterrâneos, os gritos de medo, juntamente com o som das metralhadoras, dos morteiros e dos projéteis, 'Sem Novidade no Front' sabe contar a história dos terrores de uma guerra.

O terror sangrento da guerra retratado aqui, é uma inovação, talvez pareça loucura escrever isso, mas estamos nós em 1930, o filme é extremamente original quando você parar para pensar na sua forte linguagem dentro de seu contexto histórico e época.

A história é contada inteiramente através das experiências dos jovens recrutas alemães e destaca a tragédia da guerra através dos olhos dos indivíduos, levando o telespectador uma profunda imersão na trama. Enquanto os meninos testemunham a morte e a mutilação ao seu redor, qualquer preconceito sobre "o inimigo" e os "erros e acertos" do conflito desaparece.

É difícil lançar a comédia na maior tragédia que o mundo já conheceu, mas aqui, eles conseguem, principalmente por meio de Slim Summerville como um veterano fervoroso ou quando três soldados alemães nadam nus, através do rio até a costa francesa, carregando pão e salsichas para três garotas francesas do outro lado.

O diálogo pode parecer arqueado e teatral para os padrões de hoje, os discursos prolixos sobre camaradas caídos dificilmente são realistas, mas são reveladores e nenhuma concessão é feita às noções morais do bem contra o mal.

'Sem Novidade no Front' de 1930 é considerado um dos filmes anti-guerra mais eficazes já feitos. Ganhou grandes elogios nos Estados Unidos, mas foi proibido em vários outros países, incluindo a Alemanha, por causa de sua mensagem pacifista. O filme é baseado em um romance de Erich Maria Remarque e reinventa a narrativa sobre a guerra com um olhar corajoso e verdadeiro. Sem Novidade no Front (1930) Crítica

Nota: 9

Comprando com o meu link, você ajudará na permanência do meu trabalho.


bottom of page