google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

A livraria Robinsons Bookshop pede desculpas por post feitos pela dona Susanne Horman

A livraria Robinsons Bookshop pede desculpas por post feitos pela dona Susanne Horman

Susanne Horman dona da rede Robinsons Bookshop, a livraria independente mais antiga de Victoria (Austrália) fez uma série de postagens no "X" em dezembro onde pediu uma "mudança substancial" na publicação australiana, argumentando que o foco deveria estar alinhado com a opinião pública, pedidos de livros e "pelo que é bom".


"O que falta nas nossas estantes na loja? Personagens masculinos positivos de qualquer idade, qualquer história tradicional de família branca nuclear, livros ilustrados infantis com apenas crianças brancas na capa, e nenhuma cadeira de rodas, arco-íris ou arte indígena, história não indígena." escreveu Susanne Horman na rede social, antes da conta ser excluída.


Em um outro post Susanne Horman dizia: "Livros de que não precisamos: ódio contra australianos brancos, agenda socialista, equidade sobre igualdade, diversidade e inclusão (leia como exclusão anti-branco), propaganda governamental de esquerda. Basicamente a agenda woke que divide as pessoas. Não estocar nada disso em 2024."


As publicações provocaram reação nas redes sociais, com alguns usuários dizendo que boicotariam as lojas. Em uma publicação no Facebook, a Robinsons Bookshop disse que os comentários foram "tirados de contexto" e "deturparam as opiniões" da empresa.


"Pedimos sinceras desculpas a qualquer pessoa que tenha se ofendido com comentários online que estão sendo editados por indivíduos e postados nas redes sociais sobre Robinsons. Afirmamos claramente, para que não haja mal-entendidos, que apoiamos e encorajamos totalmente histórias de diversas vozes, minorias e estamos definitivamente abastecendo esses tópicos importantes e os autores que os escrevem." diz a postagem.


Em uma segunda postagem no Facebook, a livraria disse: "Enquanto alguns gêneros estão transbordando nas prateleiras, outros estão visivelmente nus. Histórias positivas com homens e meninos como heróis estão quase ausentes da mistura. Nem Susanne Horman, nem a Robinsons Bookshop estão fazendo um juízo de valor sobre essa observação. Susanne pede desculpas se as pessoas tomaram esse comentário como uma reflexão negativa sobre uma excelente variedade de livros diversos."


A Robinsons Bookshop tem sete lojas em Melbourne, incluindo em Frankston, Werribee e Greensborough.


Fonte da matéria aqui.

Comments


bottom of page