google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Orgulho e Preconceito Resenha

Atualizado: 22 de abr.

Orgulho e Preconceito Resenha

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: A história de 'Orgulho e Preconceito' gira em torno das cinco irmãs Bennet, que viviam na área rural do interior da Inglaterra, no século XVIII. Aborda a questão da sucessão em uma família sem homens, dentro de uma sociedade patriarcal, onde o casamento era fundamental para as mulheres. Assim, quando um homem rico e solteiro se muda para os arredores, a vida pacata da família entra em ebulição.

Resenha: Para aqueles que não estão familiarizados com a história, 'Orgulho e Preconceito' é estrelado por Elizabeth Bennet. Alguns diriam que também é estrelado por seu interesse romântico, o Sr. Fitzwilliam Darcy, mas prefiro lê-lo como a história de Elizabeth. Na verdade, pouco importa, pois qualquer personagem dessa obra que fosse o protagonista, esse livro seria perfeito.

Jane Austen sabe tecer tramas intrincadas lindamente juntas e retratar muito bem o seus personagens. Por exemplo, eu fiquei chocado com as maneiras da Sra. Bennet, mas encantados com sua grosseria, os personagens dessa trama são muito reais e relacionáveis. É esse tipo de detalhe e visão espirituosa que torna essa obra tão brilhante.

Humor e sagacidade abundam na escrita de Jane Austen em 'Orgulho e Preconceito'. Na minha opinião, sua compreensão da classe social e das restrições às mulheres (e aos homens também) é incomparável. Essa foi a minha primeira leitura da autora e eu fiquei maravilhado com a habilidade e maestria que Austen aplica ao escrever sátiras e ironias.

A química entre o Sr. Darcy e Elizabeth são brilhantes e eu adorei momentos como a proposta fracassada, o constrangimento de Darcy e a dança deles juntos. O romance entre os personagens, ainda que seja um típica história de amor, o seu andamento e desenvolvimento é muito fora do padrão, com muitos julgamentos e proposições dos personagens um pelo outro e eu achei isso fascinante na obra.

Comentei no meu twitter (me seguem lá rsrsrs) que dá um sensação de que naquela época as pessoas eram muito fofoqueiras e pouco tinham o que fazer rsrsrs... 'Orgulho e Preconceito' também aborda sobre a mente humana quando ela cria suposições e noções sobre os outros sem qualquer apoio sensato, levando a conflitos entre si e aos outros e causando desgosto.

A obra também oferece uma visão fascinante do papel de mulheres e homens na Inglaterra do início do século 19 através do olhar perspicaz e inabalável de Jane Austen. A autora criou a representação da mulher na sociedade inglesa naquela época. Ela critica as mulheres de natureza arrogante como Lydia e a Sra. Bingley, e você pode ver como esses personagens são como são por causa da influência da sociedade.

Os leitores podem ter a ideia de que as mulheres em 1800 eram atraídas e queriam se casar com um cara rico e próspero, exatamente como sua educação as ensinou a conseguir. Por outro lado, Jane Austen dá outro conjunto de personagens, uma dignidade muitas vezes negada às mulheres em 1800, ao descrever mulheres como Elizabeth Bennet, que era modesta, contra a noção geral.


E o que falar da atmosfera que esse livro tem. É incrível como é fácil se teletransportar para a época da história de 'Orgulho e Preconceito'. Os lugares, a paisagem, os ambientes, absolutamente tudo é palpável nessa obra em questão de ambientação e lugares.

De acordo com Austen, Elizabeth era a mulher ideal em sua vida, eu e o mundo inteiro também achamos isso! Toda a história é contada tão bem, embora um pouco previsível, ainda é uma leitura muito satisfatória. 'Orgulho e Preconceito' é uma obra deliciosamente cômica com personagens ricamente desenhados, com uma história de amor emocionante e complicada. Direto, cheio de humor, com um olhar muito sincero a sua época, arrebatador e leve, 'Orgulho e Preconceito' é um livro que eu amei visitar.


Nota: 10


コメント

コメントが読み込まれませんでした。
技術的な問題があったようです。お手数ですが、再度接続するか、ページを再読み込みしてださい。
bottom of page