google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Resenha: (In)Felicidade para Corajosos


Resenha (In)Felicidade para Corajosos
'(In)Felicidade para Corajosos' permite um diálogo e incentiva o leitor a pensar

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Um dos mais populares e polêmicos pensadores da atualidade, o filósofo Luiz Felipe Pondé não é, exatamente, um otimista. Pelo contrário: sabe como poucos apontar as mazelas da sociedade e as contradições do comportamento humano. Apesar do debate sobre felicidade existir há quase dois mil anos, o filósofo busca inspiração em algumas dezenas de pensadores para versar sobre a lógica da felicidade e da infelicidade.

Luiz Felipe Pondé não escreve uma receita mágica e muito menos um livro motivacional. '(In)Felicidade para Corajosos' é uma conversa em que o leitor questiona e argumenta. A leitura aqui é para pensar.

Uma das ideias que o filósofo afirma, é de que vivemos no século da mentira definido pelo marketing e pela psiquiatria, nem precisei pensar muito sobre, concordei logo de cara! São diversos os temas tratados neste livro, Pondé é pontual e muito incisivo, entregando capítulos curtos.

Se tratando de uma conversa filosófica, é claro que o leitor pode se perder um pouco, afinal, a linha de raciocínio de um filósofo é sempre meio doida, mas a leitura está mais do que recomendada. '(In)Felicidade para Corajosos' permite um diálogo e incentiva o leitor a pensar e observar o que vivemos hoje.

Nota 9

bottom of page