google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Resenha: É Assim que Acaba


Resenha É Assim que Acaba
O livro apresenta uma história de amor danificada.

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Lily é uma jovem que se mudou de uma cidadezinha do Maine para Boston, se formou em marketing e abriu a própria floricultura. E é em um dos terraços de Boston que ela conhece Ryle, um neurocirurgião confiante, teimoso e talvez até um pouco arrogante, com uma grande aversão a relacionamentos, mas que se sente muito atraído por ela. Quando os dois se apaixonam, Lily se vê no meio de um relacionamento turbulento que não é o que ela esperava. Mas será que ela conseguirá enxergar isso, por mais doloroso que seja?

'É Assim que Acaba' é um livro muito popular graças ao TikTok e ao Instagram. Cheio de assuntos fortes, mas abordados com muita sinceridade e carinho, a autora Colleen Hoover oferece uma leitura atenciosa.

Antes de dar minha opinião, já alerto os leitores de que 'É Assim que Acaba' toca em assuntos bem complicados como: Tentativa de estupro, Depressão, Abuso de álcool, Abuso doméstico, violência e suicídio mencionado. Se você ainda não leu este livro fique avisado, e se você for um leitor muito sensível talvez esse não seja um livro para você.

Eu julguei o livro pela capa, eu tenho que confessar, eu pensava que o livro era um romance e no decorrer da leitura percebi que a narrativa era muito mais do que uma simples história de amor. 'É Assim que Acaba' foi uma daquelas compras feitas no escuro, eu só decidi comprar o livro, pois Colleen Hoover não sai do topo dos mais vendidos da Amazon, por isso julguei o livro pela capa.

Eu não gostei muito da história em si. Eu achei tudo muito bobo e meio irreal. Também não gostei de nenhum personagem em específico, não me cativei por nenhum. O único momento da leitura que eu gostei foram os flashbacks de Lily.

As entradas do diário fantasiosamente dirigidas à Ellen DeGeneres, servem como flashbacks da adolescência de Lily, quando ela conheceu seu primeiro amor, Atlas Corrigan, um menino sem-teto que ela encontrou agachado na casa de um vizinho.

Apesar da história bem chatinha, eu achei que a autora soube abordar os temas muito bem. Acho que a violência é o principal ponto do livro, e aqui a coisa não é colocada de uma maneira muito sensacionalista, e nem de um ponto de vista de herói e vilão. Tanto Lily quanto Ryle são pessoas danificadas e quebradas que se amam. Isso não quer dizer que violência doméstica seja aceitável, ok? Romper uma relação e ou até mesmo denunciar o agressor também é uma forma de amor.

Colleen Hoover é extremamente respeitável em sua abordagem aos temas propostos, graças à sua própria história pessoal. Colleen Hoover explicou que muitos eventos do livro foram inspirados por acontecimentos reais da vida dela e de sua mãe. Ela queria mostrar como o abuso doméstico moralmente cinza pode parecer quando o amor verdadeiro e romântico está em jogo.

'É Assim que Acaba' mostra de uma maneira crua, como as mulheres em situação de violência doméstica podem se sentir divididas entre alguém por quem fizeram um voto e seu próprio bem-estar e segurança pessoal. O livro apresenta uma história de amor danificada, um romance com uma mensagem subjacente vital que acompanha temas de poder, escolha, profundidade, força pessoal e influência emocional.

Nota 5

bottom of page