google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

O coletivo Quarto Mundo conta sua trajetória no livro "Quarto Mundo: A Revolução dos Quadrinhos Independentes"

Quarto Mundo foi um coletivo que lançou quase 200 revistas independentes, escancarou a porta dos grandes eventos, colecionou muitos prêmios e inspirou uma nova geração de autores. Toda essa trajetória é contada no livro "Quarto Mundo: A Revolução dos Quadrinhos Independentes" que a Editora Heroica lança no primeiro semestre deste ano.

Quarto Mundo foi um coletivo que lançou quase 200 revistas independentes, escancarou a porta dos grandes eventos, colecionou muitos prêmios e inspirou uma nova geração de autores. Toda essa trajetória é contada no livro "Quarto Mundo: A Revolução dos Quadrinhos Independentes" que a Editora Heroica lança no primeiro semestre deste ano.


O coletivo Quarto Mundo foi criado em 2007, durante o Festival Internacional de Quadrinhos. Sua proposta era que quadrinistas independentes atuassem de forma colaborativa, especialmente com a ajuda na distribuição das obras produzidas por seus membros: cada participante seria responsável por distribuir o material dos demais em suas regiões, assim como teriam seus próprios materiais distribuídos pelos demais.


"Quarto Mundo: A Revolução dos Quadrinhos Independentes" está disponível em campanha no Catarse e reúne 37 HQs publicadas pelo grupo durante o período em que atuou, selecionadas por seis dos membros mais atuantes do coletivo: Daniel Esteves, Edu Mendes, Leonardo Melo, Marcos Venceslau, Mario Cau e Will. O livro traz ainda um dossiê, no qual o jornalista especializado em quadrinhos, Jota Silvestre, conta os bastidores da criação do coletivo e suas contribuições para o mercado.


Em 15 de dezembro de 2012, o coletivo encerrou suas atividades de forma oficial, com a justificativa de que o mercado brasileiro de quadrinhos cresceu a ponto do grupo não ser mais necessário da forma como foi criado.


Você pode apoiar o projeto aqui.

bottom of page