google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Dois brasileiros são finalistas do Prêmio Hans Christian Andersen 2024

Marina Colasanti Nelson Cruz Prêmio Hans Christian Andersen 2024

A autora Marina Colasanti e o ilustrador Nelson Cruz, são finalistas do Prêmio Hans Christian Andersen 2024, o mais importante prêmio da literatura infanto-juvenil, considerado o pequeno Nobel de Literatura.


Marina Colasanti (Asmara, 26 de setembro de 1937) é uma escritora, contista, jornalista, tradutora e artista plástica ítalo-brasileira nascida na então colônia italiana da Eritreia. A autora publicou mais de 70 obras para crianças e adultos.


Nelson Cruz (Belo Horizonte, 20 de junho de 1957) é um artista plástico, chargista, escritor e ilustrador brasileiro. Autodidata em pintura, trabalha como pintor e ilustrador desde os anos 1970. Começou a trabalhar no mercado editorial em 1988, fazendo desde então ilustrações para dezenas de livros em várias editoras.


A lista inicial de concorrentes para o prêmio de 2024 contou com 59 candidatos de 39 países. O Brasil é o único com dois finalistas. A premiação não envolve dinheiro, apenas o reconhecimento pelo conjunto da obra. O vencedor será conhecido no dia 8 de abril, na Feira do Livro Infantil de Bolonha.


Autores que concorrem ao Hans Christian Andersen


Marina Colasanti (Brasil)

Heinz Janisch (Áustria)

Lee Geum-yi (Coreia do Sul)

Bart Moeyaert (Bélgica)

Timo Parvela (Finlândia)

Edward van de Vendel (Holanda)


Ilustradores que concorrem ao Hans Christian Andersen


Cai Gao (China)

Iwona Chmielewska (Polônia)

Nelson Cruz (Brasil)

Elena Odriozola (Espanha)

Sydney Smith (Canadá)

Paloma Valdivia (Chile)


O prêmio é concedido a cada dois anos pela International Board on Books for Young People (filiada à UNESCO) para escritores e ilustradores vivos. Seu nome homenageia o poeta e escritor dinamarquês de histórias infantis Hans Christian Andersen e consiste de uma medalha de ouro entregada pela rainha da Dinamarca Margarida II da Dinamarca, patrona do prêmio.

bottom of page