google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Persépolis Livro VS Filme

Atualizado: 2 de jan.

Persépolis Livro VS Filme

Esse texto contém SPOILERS.

'Persépolis' era originalmente uma série de dois livros. A história é um livro de memórias aclamado pela crítica de Marjane Satrapi, no qual ela conta como cresceu no Irã nos dias da Revolução Islâmica. O que torna o livro um grande sucesso são suas imagens em quadrinhos em preto e branco que transmitem mensagens poderosas, apesar dos temas fortes que a história explora, Marjane Satrapi consegue ser engraçada e comovente.

Como a maioria das grandes obras literárias, 'Persépolis' ganhou uma adaptação animada em 2007 que chegou a ganhar uma indicação ao Oscar de Melhor Animação. O filme compartilha uma série de semelhanças com o livro, mas é óbvio que o filme também se desvia do livro de certas maneiras. Logo abaixo eu cito algumas diferenças que eu percebi entre o quadrinho e o livro. Lembrando que há spoilers.

1. Os capítulos do livro são pedaços de eventos selecionados da vida de Marjane conforme ela nos conta, como se fosse memórias soltas. O filme une esses capítulos em uma história fluida dentro de uma narrativa mais coesa.

2. A obra literária é toda narrada pela Marjane, é ela quem conta a sua própria história. O filme aborda uma narrativa mais biográfica, não é Marjane que narra a história, o público vive junto com a autora a sua vida.

3. Dois capítulos do livro foram totalmente eliminados do filme. Que são: 'A Carta' e 'As Jóias'. Alguns capítulos não foram completamente acrescentados na narrativa do filme, mas há alguns fragmentos deles.

4. A HQ faz um relato detalhado sobre o relacionamento entre Marjane e seu primeiro amor, Markus. No filme a relação é abordada bem brevemente.

5. O filme exclui alguns personagens que estão presentes na história em quadrinhos. Isso inclui as mulheres que insultam Mali e a mãe de Marjane na mercearia. Mali, seus filhos e a empregada do Sr. Satrapi também não aparece no filme.

6. A cena do final do filme não está no livro. Nesta cena há uso de cores, ao contrário do uso exclusivo de preto e branco no livro e do restante do filme. A cor é para representar o presente. Nesse “presente”, Marjane pega um táxi no aeroporto, enquanto se afastam, o motorista comenta sobre o tempo ruim e pergunta de onde ela é. A resposta dela é 'Irã'.

7. Inclusive, o taxista é o único personagem que aparece no filme, mas não está presente na HQ.

8. O uso da cor também é uma diferença significativa entre os dois modos de transmitir a histó￳ria de Marjane. No filme, vemos a cor usada para distinguir tanto um elemento temporal do tempo presente quanto um senso pessoal de desenvolvimento de identidade em que Marjane não vê mais o mundo em esquemas de preto e branco. A HQ é toda em preto e branco.

Essas semelhanças e diferenças são esperadas porque tanto o livro quanto o filme compartilham uma história e também são dois formatos de linguagem artísticas diferentes com suas próprias regras que regem a narrativa. 'Persépolis' tem valor estimável, tanto o filme quanto a HQ. Apesar de todas as diferenças, eu acho que o filme fez uma ótima adaptação do livro, eu recomendo vocês conferirem os dois. Persépolis Livro VS Filme




bottom of page