google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Perdida Crítica


Perdida Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: Sofia (Giovanna Grigio) vive em uma metrópole. Ela é independente e tem pavor à menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda, após ela receber um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará.

Crítica: 'Perdida' é baseado no romance homônimo de Carina Rissi. Giovanna Grigio encarna Sofia com muita segurança e naturalidade, a única coisa de bom desse filme, é o carisma da atriz. O longa-metragem dirigido por Katherine Chediak Putnam, Dean W. Law e Luiza Shelling Tubaldini (que também são responsáveis pelo roteiro junto de Karoline Bueno, Carina Rissi e Law), decepciona demais. Não há humor aqui. As piadas não vão além do óbvio, como a falta de papel higiênico ou o desconhecimento do que é um absorvente interno no século retrasado.

O filme carece de personalidade. Os personagens são definidos basicamente pelo seu vestuário. A personagem Sofia é seu par de tênis, os óculos escuros e a jaqueta de couro. O mocinho Ian Clarke, é bonito e educado... Só isso. Os personagens secundários vagam em volta do enredo principal sem muito peso, só ajudando no avanço da história, uma pena... Pois temos Lucinha Lins e Hélio de La Peña desempenhando esses papéis, e eles mereciam coisa melhor. Todo o elenco no geral é artificial demais.

Se a ideia dessa viagem no tempo era fazer Sofia ver os relacionamentos românticos de outra forma, 'Perdida' erra, pois o par romântico tem pouca afinidade e faísca, isso faz com a relação não engate e pouco convence. O filme também não oferece conflito de peso e emoção, deixando todo o longa-metragem sem graça.

Talvez, esse filme consiga conversar melhor com aqueles que já leram o livro. 'Perdida', por mais bem produzido e intencionado que seja, parece um pouco perdido. O longa-metragem bebe de inspirações já bastante exploradas no cinema, deixando tudo aqui previsível demais e o ritmo lento também não ajuda. Perdida Crítica

Nota: 3

Comprando com o meu link, você ajudará na permanência do meu trabalho.


bottom of page