google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Pedro Coelho 2: O Fugitivo Crítica

Pedro Coelho 2: O Fugitivo Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: Bea e Thomas e os coelhos construíram uma família improvisada. Quando o coelho arteiro decide se aventurar para além do jardim, encontra um mundo onde não é mais o protagonista rebelde e suas travessuras não são admiráveis. Agora, sua família arrisca tudo para conseguir achá-lo, enquanto ele encara uma jornada de autoconhecimento.

 

Crítica: 'Pedro Coelho 2: O Fugitivo' é um caso curiosamente superficial, uma comédia sem graça baseada nos animais queridos de Beatrix Potter de dezenas de livrinhos delicados criados quando o mundo era menos cínico.

 

O filme ainda traz muita fofura com seus animais em CGI. O crescimento da tecnologia cinematográfica é notável. As criaturas são foto realistas e os cineastas fazem a escolha sábia de não antropomorfizar muito. Há texturas variadas de pele, há um trabalho incrível com sombra e a luz, a umidade nos olhos, a equipe de animação e efeitos visuais superaram mais uma vez.

 

Os momentos dedicados aos humanos, entretanto, deixam um gosto amargo. Byrne não tem muito com o que trabalhar desta vez, infelizmente, na maior parte do filme, o Thomas de Gleeson em vez de ser um trapalhão inseguro de quem simpatizamos, Thomas aparece como um chorão estridente e ciumento.

 

O roteiro do diretor Will Gluck e Patrick Burleigh se diverte um pouco com clichês de filmes de assalto e consegue as maiores risadas do filme com um visual ultrajante de cenários, mas o filme oscila principalmente entre piadas internas para os pais e humor físico para os espectadores mais jovens.

 

Trazendo um favorito das crianças para a vida com visuais vividamente realistas e design de produção atraente, 'Pedro Coelho 2: O Fugitivo' simplesmente prova que quando um filme falta o coração e o charme que tornou sua fonte de material querida para os leitores por mais de um século, ele se torna algo superficial.

 

'Pedro Coelho 2: O Fugitivo' traz a fofura para os adultos e o pastelão para as crianças. A aposta dos cineastas de que o público vai perdoar as modernizações e esquecer o original, é reforçada pelo fato de que, o primeiro filme arrecadou cerca de sete vezes o orçamento relatado.

 

Nota: 4




Comments


bottom of page