google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Os Livros Favoritos da Gloria Steinem

Atualizado: há 5 dias

Os Livros Favoritos da Gloria Steinem dica de livro os livros favoritos dos famosos livro literatura leitor obra literária indicação do livro

"Os livros foram minha fuga, eu realmente não fui para a escola em tempo integral até os 10 anos ou mais, então eu apenas lia tudo e mais alguma coisa: Nancy Drew e os Hardy Boys, qualquer coisa sobre cavalos, romances adultos e uma história de vários volumes da Guerra Civil."

Gloria Steinem


Gloria Steinem é uma jornalista estadunidense, célebre por seu engajamento com o feminismo e sua atuação como escritora e palestrante, principalmente durante a década de 1960.


Foi a única jornalista que conseguiu se infiltrar nos bares da Playboy, como garçonete, sem que descobrissem sua real profissão. O artigo contando a experiência revela a situação degradante das moças.


Em 1972, ela co-fundou a revista feminista Ms. ao lado das editoras fundadoras Letty Cottin Pogrebin, Mary Thom, Patricia Carbine, Joanne Edgar, Nina Finkelstein, Dorothy Pitman Hughes e Mary Peacock; começou como uma edição especial de Nova York, e Clay Felker financiou a primeira edição. Suas 300.000 cópias de teste esgotaram em todo o país em oito dias.


Continue lendo para conhecer os livros que marcaram Gloria Steinem.


Mulherzinhas

por Louisa May Alcott


Ao longo das páginas de "Mulherzinhas", o leitor entenderá o que une essas obras: fortes personagens femininas que marcaram e continuam a marcar gerações. Acompanhe as aventuras, dores, desilusões amorosas, perdas e aprendizados das irmãs March e descubra o que torna esse livro um dos mais queridos e relevantes da literatura mundial.



O Conto da Aia

por Margaret Atwood


O conto da aia, de Margaret Atwood, se passa num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América.


"Aprendemos que o romance de Atwood deve ser lido... como um alerta sobre o patriarcado e seu controle da reprodução como base de tudo o que é antidemocrático." - Gloria Steinem



A Parábola do Semeador

por Octavia E. Butler


Quando uma crise ambiental e econômica leva ao caos social, nem mesmo os bairros murados estão seguros. Em uma noite de fogo e morte, Lauren Olamina, a jovem filha de um pastor, perde tudo e se aventura por um Estados Unidos dominado pela violência e pelo terror.


"Se há coisa mais assustadora do que um romance distópico sobre o futuro, é um escrito no passado que já começou a se tornar realidade." - Gloria Steinem



Bonequinha de Luxo

por Truman Capote


Em plena Segunda Guerra Mundial, um jovem escritor vai tentar a sorte em Nova York, pagando aluguel barato no mesmo prédio decadente em que, alguns andares abaixo, certa moça loira e míope ganha a vida com muita graça e pouca virtude.



Tina Fey: A Poderosa Chefona

por Tina Fey


Tina Fey revela tudo e prova algo que sempre suspeitamos; você não é ninguém na vida até alguém chamá-lo de "chefe".



Exterminem todos os Malditos

por Sven Lindqvist


Na novela clássica de Joseph Conrad, Coração das trevas, o capitão inglês Marlow é enviado ao interior do continente africano para resgatar o mercador Kurtz no auge do imperialismo britânico.


"Prova o alto preço que pagamos – e continuamos a pagar – por nos limitarmos a uma versão da história mundial vista principalmente pelos olhos dos colonizadores de uma pequena área chamada Europa." - Gloria Steinem



O Coração é um Caçador Solitário

por Carson McCullers


A figura central é um trabalhador surdo, John Singer, com quem os outros personagens estabelecem conexões afetivas. Em torno de Singer gravitam Mick, uma adolescente andrógena, apaixonada por música; um médico negro, Benedict Copeland, bravo defensor da justiça para seu povo; Biff Brannon, dono de um café onde se reúnem as pessoas da vizinhança; e um frequentador beberrão, Jake Blount, revoltado com as injustiças do mundo.



A Cor Púrpura

por Alice Walker


Abordando a desigualdade entre os gêneros, o racismo, a misoginia e a desigualdade social, a narrativa é construída por meio das cartas escritas por Celie a Deus e a sua irmã, Nettie, de quem foi obrigada a se separar.


"Porque ela torna visível o invisível e redime pessoas que parecem irremediáveis, ela faz com que cada leitor se sinta visível e resgatável também." - Gloria Steinem



Gloria Steinem narra um relato sincero da sua vida como viajante no livro "Minha vida na estrada", uma história emocionante e profunda sobre o crescimento de Gloria e também de um movimento revolucionário em busca de igualdade.

Comments


bottom of page