google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Os Fantasmas de Scrooge Crítica

Atualizado: 27 de mar.

Os Fantasmas de Scrooge Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: O Natal se aproxima e, como sempre, Ebenezer Scrooge (Jim Carrey) mantém seu desprezo pela data. Milionário e muito mesquinho, ele só pensa em dinheiro e não dá espaço para a emoção em seu coração, maltratando Bob Cratchit (Gary Oldman), seu fiel assistente, e ignorando seu sobrinho Fred (Colin Firth). Com a morte de seu sócio, Ebenezer recebe a visita de três fantasmas do Natal: do passado, do presente e do futuro. Cada um deles, levará o velho ranzinza para uma viagem que o ajudará a refletir melhor sobre sua vida passada e a escolha que fará para o futuro.

Crítica: O principal diferencial dessa releitura é sua técnica em 3D, usando a tecnologia de captura de movimento. O longa utiliza de montagens com muito mergulho – estilo montanha-russa – sobre e ao redor dos telhados de Londres. A subida inicialmente é emocionante, mas usada repetidamente torna-se monótona, e o filme ao se esforçar em entregar um 3D esqueceu de se empenhar em entregar um bom filme.

Embora a tecnologia possa permitir mais efeitos extraordinários, ela nivela a complexidade emocional. Um dos principais problemas com a captura de movimento é como ela deixa as express￵es faciais muito estranhas e irreais. Em vez de se assemelharem aos seus hom￳logos da vida real, os personagens têm uma aparência desumana.

O irreconhecível Jim Carrey desempenha vários papéis: Ele é Ebenezer Scrooge, assim como os fantasmas dos Natais passados, presentes e futuros. No processo, ele percorre uma série de sotaques e atitudes. Mas muita atuação não é igual a boa atuação.


'Os Fantasmas de Scrooge' vemos um homem sendo eletrocutado, uma perseguição com, aparentemente, demônios e um mergulho em uma cova infernal, esse não são elementos que você espera de um filme para em família. Talvez a escolha de entregar algo mais sombrio não tenha sido uma opção dessa adaptação.

A única cena para grandes risadas é uma sequência bizarra e recém-imaginada na qual um Scrooge miniaturizado faz uma palhaçada com uma voz de 'Alvin e os Esquilos'. A cena não funciona, o horror e a comédia se anulam em 'Os Fantasmas de Scrooge'.

O filme é um grande esforço em querer entregar algo novo e diferente, mas acaba entregando um filme estranho com muito horror e pouca comédia. 'Os Fantasmas de Scrooge' é uma adaptação quase que fiel, mas que não conseguiu captar a magia e o encanto do livro. Um filme agitado que pouco consegue traduzir o que tem a dizer.


Nota: 5




Comments


bottom of page