google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Os Caubóis do Apocalipse Crítica

Os Caubóis do Apocalipse crítica filme cinema longa-metragem crítica de filme crítica de cinema filme nacional

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS

 

Sinopse: Tom é um adolescente apaixonado por música, por um breve período na infância, ele montou a banda "Caubóis do Apocalipse", com Nanda e Dedão, seus dois melhores amigos da época que agora encontram-se afastados. Depois de anos sem tocar, o menino decide reunir os antigos integrantes do grupo para a filmagem de um clipe. O que prometia ser um final de semana divertido e produtivo no campo, acaba virando um grande desastre quando antigos desentendimentos ressurgem entre os três.

 

Crítica: 'Os Caubóis do Apocalipse' tem uma jogada arriscada, que deu um pouco errado. No meio do filme é possível perceber a mudança de protagonismo no filme, uma ideia legal se bem executada, mas aqui ficou um pouco fora do lugar.

 

O filme não tem pressa para se desenvolver, aqui é outro ponto negativo do filme. Sua lentidão para contar uma história simples e boba, não foi uma boa escolha de ritmo para o filme. 'Os Caubóis do Apocalipse' é arrastado demais para contar uma história de adolescentes.

 

A produção flerta com mistério, suspense e um pouco de comédia, o que no resultado final, não acrescenta em nada. A atmosfera do filme a morna do começa ao fim, com uma emoção linear, os poucos momentos que surgem de comédia, ou até mesmo de suspense, não funcionam em tela.

 

As atuações de alguns são boas, a de outros são exageradas. O trio de patetas de 'Os Caubóis do Apocalipse' que deveriam funcionar como alívio cômico no filme, soam exagerados, além das situações e piadas serem bem sem graça.

 

'Os Caubóis do Apocalipse' se tivesse assumido um gênero adolescente e recebido um pouco mais de grana, teria se saído bem melhor. Com um ritmo muito lento e com uma mistura de gêneros mal executada, a típica história de adolescentes fica sem graça e sem importância.

 

Nota: 5



Comments


bottom of page