google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

ONE PIECE Music Symphony começará sua turnê em junho

ONE PIECE Music Symphony começa sua turnê em junho

Para a comemoração do 25º aniversário de "One Piece" uma orquestra reviverá os melhores momentos do anime tocando as músicas clássicas e famosas de sua trilha sonora. ONE PIECE Music Symphony está programado para ser realizado em cidades de todo o mundo. Nos Estados Unidos, o concerto será realizado em locais como o Shrine Auditorium de Los Angeles, o Davies Symphony Hall de São Francisco e o Morton H. Meyerson Symphony Center de Dallas. Na Europa, os fãs podem assistir ao evento no Eventim Apollo, em Londres, no Palais des Congrès, em Paris, e na Köln Philharmonie, na Alemanha.


Na Ásia, aguarde a presença no Esplanade Concert Hall de Singapura e no KBS Hall de Seul. Os shows em Los Angeles e Paris também contarão com participações especiais do compositor de One Piece, Kohei Tanaka, e do cantor Hiroshi Kitadani. (O vocalista das músicas "We Are!", "We Go!", "OVER THE TOP" e "Assu!") Eles se apresentarão ao vivo ao lado da orquestra e, em seguida, participarão de uma sessão de meet and greet para portadores de ingressos VIP. Os ingressos estarão à venda a partir de 22 de março, e não há nenhuma data para apresentação aqui no Brasil.


Iniciado há mais de 10 anos, ONE PIECE Music Symphony é o único concerto oficial de One Piece, com música arranjada e curadoria em colaboração direta com o compositor original Kohei Tanaka e sob licença da TOEI ANIMATION. O espetáculo já esgotou algumas das casas de shows mais renomadas do mundo, como o Dolby Theatre, em Los Angeles, a Philharmonie, em Paris, e o Beijing Workers' Stadium.


ONE PIECE Music Symphony utiliza vídeos perfeitamente sincronizados com a trilha sonora da antologia e projetados em uma tela gigante em HD. Sublimado pelo poder majestoso de uma orquestra sinfônica de mais de 50 músicos, cada show é o momento de apreciar a música de um dos mais famosos animes de todos os tempos.



Comments


bottom of page