google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

O Retrato de Dorian Gray Resenha

Atualizado: 8 de out. de 2023


O Retrato de Dorian Gray Resenha

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: Dorian é um homem que se encanta com a visão de mundo hedonista do aristocrata Henry Wotton, que considera que a beleza e a satisfação sexual são as únicas coisas que importam na vida. Ele deseja então vender sua alma para que apenas um retrato seu pintado a óleo envelheça e desapareça, mantendo sua juventude eternamente. Como Fausto, Dorian tem seu desejo atendido e parte para uma vida libertina e amoral.

Resenha: Único romance escrito por Oscar Wilde, 'O retrato de Dorian Gray' foi publicado em 1890 na revista Lippincott’s Monthly Magazine. Na ocasião, sem avisar o autor, os editores optaram por suprimir mais de quinhentas palavras do romance, por considerá-lo indecente. Esse ato revoltou Wilde, que publicaria o texto em livro no ano seguinte, revisado e ampliado.

'O retrato de Dorian Gray' teve, de longe, a pior recepção em sua publicação. As críticas foram terríveis, as vendas baixas, e somente muitos anos após a morte de Oscar Wilde é que essa notável obra de imaginação foi reconhecida como um clássico.

A obsessão estética e a vida de aparências são temas centrais de 'O retrato de Dorian Gray'. A obra é uma parábola maravilhosamente divertida desse ideal estético. O livro é um exercício cativante e ligeiramente exagerado do gótico do final da era vitoriana do que a ficção depravada alegada por seus críticos indignados.

As descrições dos personagens e dos locais, que se reúnem em suas reuniões sociais, imerge o leitor com a impressão de uma classe social privilegiada e de elite que habitava a sociedade londrina do final do século XIX.

Em particular, gostei de alguns dos contrastes entre os personagens, principais e secundários, e como seus aspectos conflitam e conspiram. Achei a evolução do personagem de Gray bem trabalhada e pensada. Quando conhecemos Gray, ele é muito inocente e vulnerável. Uma vez que Gray começa sua jornada da inocência e vulnerabilidade à auto corrupção, ele cresce em confiança e autoconfiança e conhece sua própria mente bem o suficiente para ser franco em desacordo.

O humor vem através das piadas infinitamente aceitáveis ​​de Wotton, sua fala principalmente em epigramas que, a princípio, podem ser deliciosamente espirituosos, eu senti que isso logo pode se tornar tedioso e um pouco cansativo do decorrer da leitura.

Embora 'O retrato de Dorian Gray' seja direto, gostei muito da narração e algumas cenas foram maravilhosamente dramáticas e são memoráveis.

'O Retrato de Dorian Gray' foi totalmente surpreendente e inesperado. Ao retratar uma questão humana que persiste por séculos, Wilde criou uma obra-prima da literatura que merece seu lugar entre os maiores clássicos da história. O Retrato de Dorian Gray Resenha


Nota: 9


Leia esse livro de graça no Kindle clicando aqui.

Comprando com o meu link, você ajudará na permanência do meu trabalho.


bottom of page