google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

O Meu Pé de Laranja Lima Resenha

Atualizado: 23 de abr.

O Meu Pé de Laranja Lima Resenha

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

Sinopse: O protagonista Zezé tem 6 anos e mora num bairro modesto, na zona norte do Rio de Janeiro. O pai está desempregado, e a família passa por dificuldades. O menino vive aprontando, sem jamais se conformar com as limitações que o mundo lhe impõe. A alegria e a tristeza não poderiam estar mais bem combinadas do que nestas páginas.

Resenha: Publicado no final da década de 60, 'O Meu Pé de Laranja Lima' foi traduzido para mais de 20 países, teve duas adaptações para o cinema e é considerado o Magnum Opus do escritor carioca José Mauro de Vasconcelos. O seu sucesso mundial se dá ao fato de que em qualquer lugar do mundo o sentimento da negligência infantil é comum em todo globo terrestre.

A história é narrada em primeira pessoa pelo protagonista Zezé, um aspirante a poeta, mesmo sendo uma criança, ele utiliza palavras difíceis para sua idade, já demonstrando sua genialidade como poeta. O protagonista é construído com muito cuidado e carinho, ele é uma criança que precisou crescer cedo demais.

O texto de José Mauro de Vasconcelos, não é poético como o seu personagem almeja ser, o autor narra a sua história de uma maneira simples e direta, o que não é ruim ou errado aqui. O autor também sabe envolver o leitor dentro a atmosfera do livro usando "erros" gramaticais para trazer pronúncias ou sotaque de certas palavras e personagens.

O autor sabe trazer uma história pela qual o leitor abraça com muito carinho, mas que tem suas críticas a uma realidade nua e crua. 'O Meu Pé de Laranja Lima' traz os excessos da agressividade, da injustiça, da crueldade e do desrespeito ao ser infantil. Ao longo da leitura o leitor pode observar um olhar cruel de como os problemas dos adultos podem acabar por negligenciar as crianças que se refugiam em seus universos particulares e criativos.

A obra também vai trazer a visão do outro lado da moeda, onde podemos notar o caráter transformador do afeto quando essa mesma criança negligenciada é abraçada por um adulto capaz de trazer acolhimento. Isso fortemente representado na relação de Zezé e Portuga.

Muitos leitores se identificam com o fato do menino escapar da realidade infeliz, rumo a um mundo imaginário feito de possibilidades felizes. Zezé não era apenas vítima de violência física como também psicológica, inclusive, violência essa que vinha de dentro da própria família. Apesar de toda a simplicidade e honestidade, as páginas levam o leitor também para o lado sombrio da infância.

'O Meu Pé de Laranja Lima' é um divisor de opiniões no que diz respeito ao seu público. Ele pode ser muito bem apreciado pelo público infantil com o seu tom de magia e pelo próprio personagem Zezé que a pura infância. Para os adultos resta uma importante reflexão sobre o lado obscuro da infância ocasionado pelos abusos dos adultos.

A obra toca em temas-chave para se pensar sobre a infância e ajuda o leitor a refletir sobre a infância idealizada. O livro serve para educar o adulto, que através do olhar de um pequeno poeta, traz lições com um olhar de honestidade mágica, porém crua da realidade.


Nota: 9


Comments


bottom of page