google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Pintura rara de "O Livro da Selva" será exibida ao público

Pintura rara de "O Livro da Selva" será exibida ao público

Uma aquarela rara que retrata as consequências de um momento climático em "O Livro da Selva", de Rudyard Kipling, será exibida na casa de campo do autor após um trabalho de conservação. A pintura, "The Return of the Buffalo Herd", é uma das 16 criadas pelos irmãos gêmeos Edward e Charles Detmold, que tinham apenas 18 anos quando foram contratados para ilustrar a tão amada história de Kipling. Apenas quatro das pinturas sobreviveram.


A pintura mostra Rama, o grande touro de rebanho, olhando de volta para a planície depois que Mogli, o protagonista da história, usou uma manada de búfalos para desencadear uma debandada para esmagar seu inimigo, o tigre assassino Shere Khan.


A aquarela é datada de 1901 e assinada com o monograma "EJD" – Edward Julius Detmold. Ele e seu irmão Charles vinham criando obras de arte desde a adolescência. Apesar do sucesso profissional, a vida pessoal dos gêmeos foi desafiadora, e ambos tiraram a própria vida – Charles em 1908 e Edward em 1957.


Duas das quatro aquarelas conhecidas por sobreviver estão em coleções particulares, e a terceira está no Natural History Museum. A aquarela passou por uma cuidadosa conservação por Louise Drover, conservadora especialista, que umidificou a obra, para descascar o antigo forro de lona.


O National Trust disse que a aquisição de "The Return of the Buffalo Herd" foi possível graças a um fundo criado pelo falecido filantropo Simon Sainsbury. "The Return of the Buffalo Herd" agora se encontra exibição na casa de campo de Rudyard Kipling, Bateman's, em Sussex.


O Livro da Selva é o título de um livro publicado em 1894, constituído de uma coleção de 7 contos do escritor Rudyard Kipling, inicialmente publicados em revistas de 1893 e 1894. As publicações originais contêm ilustrações, algumas do pai de Rudyard, John Lockwood Kipling. O livro foi escrito quando Rudyard morava em Vermont.


Dos 7 contos, os 3 primeiros relatam a história de Mogli, um rapaz indiano criado por lobos. O livro é mais conhecido por ter sido adaptado em um filme animado produzido pela Walt Disney lançado em 1967. No Brasil, o livro foi publicado pela primeira vez em 1933 pela Companhia Editora Nacional como parte da Coleção Terramarear e foi traduzido pelo escritor Monteiro Lobato e foi intitulado "O Livro da Jângal".


Fonte da matéria aqui.

Comentarios


bottom of page