google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

O Impacto da Empatia


O Impacto da Empatia

Preparados para mais uma conversa sem perna e cabeça? O assunto que eu quero expor para vocês aqui é sobre a empatia. Eu meditei muito sobre esse assunto após a leitura de 'Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?'. O livro segue a história do caçador de recompensas Rick Deckard, cujo trabalho é "aposentar" androides renegados que escaparam das colônias externas. A história é ambientada em uma Terra no futuro próximo, que sofreu os eventos de uma terceira guerra mundial cataclísmica, chamada 'World War Terminus' (abreviado para 'WWT'). A maior parte da humanidade mudou-se para colônias em outros planetas (Marte é o único a ser diretamente referenciado, mas está implícito que existem outros, e uma missão fracassada em Alpha Próxima também é mencionada).
Cada personagem do livro deve lidar com o que significa ser empático e se isso permite que alguém seja valorizado como um ser vivo. O personagem principal do livro, Rick, odeia sua ovelha elétrica porque acredita que ela não pode sentir nenhum amor por ele. Esse sentimento de uma certa forma, ajuda Rick a realizar seu trabalho como caçador de recompensas, porque ele acredita que os andróides são incapazes de verdadeira emoção humana, assim como a sua ovelha.
O livro não pode ser simplesmente resumido com um mero livro de ficção científica, há muito em suas entrelinhas. Eu notei em minha leitura que a empatia é um tema muito entrelaçado em 'Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?'. Todos os leitores que me acompanham aqui no blog sabem que eu viajo nas minhas ideias. Esse é só um ponto que eu observei e fiquei com vontade de compartilhar com vocês.
Segundo o dicionário empatia é a capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que ela sente, de querer o que ela quer, de apreender do modo como ela apreende. Faculdade de compreender emocionalmente um objeto. Psicologicamente falando, a empatia é a capacidade de você sentir o que uma outra pessoa sente caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela, ou seja, procurar experimentar de forma objetiva e racional o que sente o outro.
As redes sociais trouxeram ainda mais luz sobre a empatia e nos últimos anos ela vêm sendo muito estudada e praticada também. O psicólogo Daniel Goleman, o autor do livro 'Inteligência Emocional', nos apresenta três "tipos" de empatia:
Empatia Cognitiva
A empatia cognitiva diz respeito à habilidade de compreensão sobre como a outra pessoa se sente e até o que está pensando. Esse "tipo" de empatia requer um entendimento a nível intelectual das outras pessoas, sendo fortemente estimulada nas áreas de formação de líderes e de comunicação.
Empatia Emocional
A empatia emocional, ou afetiva, caracteriza-se pela capacidade de compartilhar sentimentos com outra pessoa. Essa é uma habilidade que exige alto quociente emocional e certa ponderação, uma vez que pode levar ao esgotamento psicológico.
Empatia Compassiva
Pode ser definida como um tipo de empatia completa, pois vai além da compreensão e compartilhamento de emoções, envolvendo a mobilização para ajudar. Empatia compassiva representa a união das duas anteriores, pois capacita a pessoa a não só identificar o problema do outro como a agir em direção à resolução desse mesmo problema.
Eu abordei os estudos de Daniel Goleman de uma maneira bem simplificada aqui, eu recomendo vocês lerem o livro dele e estudarem mais profundamente o assunto. Voltando para o nosso personagem Rick, ao acompanharmos a sua jornada através da leitura, é possível perceber que a empatia pode ser aprendida. Há androides que são empáticos e humanos que não são.
O personagem descobre que as linhas entre o que se pode chamar de viver e o que se pode chamar de não-viver são tênues. Os andróides descobrem suas habilidades empáticas uns com os outros, assim como os humanos. Os humanos também são capazes de perder a empatia. Isso é demonstrado pelo personagem de Phil Resch que, Rick descobre, gostar de matar simplesmente por matar.
Para quem leu o livro, também fica com o questionamento do personagem, afinal o que vive e não-viver? O assunto é complexo, pois da mesma forma que os andróides aprendem, o ser humano desaprende, existem humanos que parecem não serem humanos, eu tenho certeza que muitos de vocês se lembram de vários agora.
A empatia é tanto uma habilidade natural adquirida durante a criação e as experiências de vida, quanto pode ser aprendida. Rick também consegue perceber que a empatia é o que permite que a humanidade sobreviva. Empatia é necessário para sociedade.
Com uma postura empática, criamos conexões emocionais mais fáceis uns com os outros, fortalecendo a inteligência relacional. A empatia ajuda a regular as próprias emoções, com isso, conseguimos gerenciar melhor as reações e as atitudes em conflitos ou situações. Empatia ajuda a reduzir o estresse, o preconceito, o bullying, o racismo e a intolerância.
Quer ser mais empático? Seja um melhor ouvinte. Não julgue tanto. Exclua os preconceitos da sua mente e das suas ações. Respeite as diferenças, afinal, são elas que fazem o mundo continuar, a empatia literalmente pode mudar o mundo. O Impacto da Empatia

Leia esse livro de graça no Kindle clicando aqui.
Comprando com o meu link, você ajudará na permanência do meu trabalho.

bottom of page