google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

'Noragami' será finalizado em janeiro de 2024

Atualizado: 22 de fev.

Noragami

Como havia vazado no início deste ano, foi finalmente anunciado que a serialização do mangá escrito e ilustrado por Adachitoka, Noragami, chegará ao seu fim com o capítulo que será publicado na próxima edição da Revista Shonen, no dia 6 de janeiro de 2024. Este capítulo final terá 45 páginas e também incluirá páginas coloridas. Infelizmente, o mangá não terá um novo capítulo em dezembro.


Adachitoka começou a publicar o mangá na revista Monthly Shonen Magazine da Kodansha em dezembro de 2010. O mangá original passou por vários problemas, como uma pausa de um ano na serialização, que acabou tendo um impacto negativo no volume de vendas.


Sinopse: Como uma divindade menor relativamente desconhecida, Yato aceita biscates por apenas cinco ienes, com o objetivo de acumular uma fortuna grande o suficiente para construir um santuário em sua homenagem. Mas além da escuridão, ele tem outro problema, seu “Shinki” ou companheiro de armas decidiu renunciar, cansado de estar com um deus sem-teto. Sem arma, Yato aceita mais empregos na esperança de encontrar em breve um novo parceiro. Ao colocar panfletos para encontrar um gato desaparecido, Yato vê o referido gato e o persegue, quando ele está prestes a ser atropelado por um carro, Hiyori Iki, uma garota próxima, o empurra para fora do caminho e ele acaba se machucando. Ao acordar, Hiyori descobre que o incidente veio de sua alma saindo de seu corpo, então Yato promete devolvê-la ao normal, por cinco ienes, é claro. Mas para isso ele precisa de um novo Shinki, e é aí que ele conhece um espírito rebelde chamado Yukine.


A obra inspirou uma adaptação de anime de doze episódios produzida pelos estúdios BONES, sob direção de Kotaro Tamura e roteiros escritos por Taku Iwasaki, lançada em janeiro de 2014. Uma segunda temporada de treze episódios estreou em outubro de 2015. Vale ressaltar que a adaptação tomou algumas liberdades criativas.


Fonte da matéria aqui.

Comments


bottom of page