google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Mulan 2: A Lenda Continua Crítica

Mulan 2: A Lenda Continua Crítica

Este texto pode conter possíveis SPOILERS

 

Sinopse: Mulan tem a surpresa de sua vida quando o seu grande amor, o general Shang a pede em casamento, só que essa é apenas uma das muitas surpresas que a esperam. Mushu, o seu dragão guarda-costas, está se sentindo ameaçado com o casamento e faz de tudo para sabotar a relação dos dois, com medo de que perca o emprego. Só que antes do "E viveram felizes para sempre", Mulan e Shang são enviados a uma missão especial de guiar três princesas através da China para encontrarem seus futuros maridos. Durante a jornada, Mulan descobre que as meninas não estão nada empolgadas com o casamento e vai tentar convencê-las a casar apenas por amor. Enquanto isso, os mongóis invadem a China, e a decisão de Mulan pode pôr ainda mais em risco a situação do país.

 

Crítica: Em 'Mulan 2: A Lenda Continua' não há ação, aventura ou qualquer coisa que vale a pena querer assistir ao filme. A trama é sobre uma casal em crise ou estressados por causa do casamento. Os personagens secundários trazem amor, romance e mais casamento.

 

Como se performances e canções completamente sem emoção não fossem ruins o suficiente, os personagens estão entediados. Cada personagem parece entediado ou exausto. As músicas também são totalmente sem inspiração. Isso é trágico, considerando que o 'Mulan' original tinha algumas das melhores músicas da história da Disney. A coisa toda cheira apenas à obrigação contratual.

 

Há tanta coisa errada nessa animação que fica até difícil escrever. O querido e engraçado Mushu de repente é um idiota. O cômico  dragão guardião, era um amigo leal a Fa Mulan no original. Ele ofereceu conselhos. Ele a protegeu. Em 'Mulan 2: A Lenda Continua', Mushu é imperdoavelmente azedo e egoísta. Mushu passa quase o filme inteiro causando discussões entre amantes para sua própria popularidade.

 

Eddie Murphy não é a voz de Mushu nessa sequência. Um som parecido é Mark Moseley que é  branco, o que normalmente não me incomodaria, mas o retrato é questionável, já que existem tantos bordões "negros" nas falas de Mushu.

 

Shang é o cara, ele é corajoso, leal, um homem de família é um cantor incrível. Li Shang também se tornou podre na sequência. Ele tem um grave problema de controle da raiva, enormes problemas de confiança e pode odiar as mulheres em alguns momentos. 

 

Os temas de amor, dever e sacrifício são fáceis de digerir, mas as canções e sequências de ação estão um pouco sem brilho desta vez. É decepcionante que Mulan, tendo sido considerado uma personagem tão vigorosa e formidável, acabe aqui apenas como mais uma donzela em perigo.

 

Nota: 3



Comentarios


bottom of page