google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Jessica Au fala sobre o seu Prime Minister’s Literary

Jessica Au

Jessica Au ganhou Prime Minister’s Literary na categoria ficção este ano por seu romance 'Frio o bastante para nevar', levando para casa o prêmio de US$ 80.000 meses depois de ganhar US$ 125.000 nos prêmios literários do Victorian Premier’s Literary. Prime Minister’s Literary é apenas o mais recente de uma longa série de elogios que a autora de Melbourne ganhou por seu segundo livro, que fala sobre a visita de uma mãe e filha adulta ao Japão.


'Frio o bastante para nevar' foi publicado depois de ter sido selecionado entre 1.500 inscrições para ganhar o prémio Romance 2020, que garante a publicação no Reino Unido, Irlanda, EUA, Austrália e Nova Zelândia. Quando foi lançado nos EUA no ano passado, o New York Times comparou Jessica Au a Albert Camus e chegou a ser eleito um dos melhores livros do ano pela New Yorker. Em fevereiro deste ano, a autora ganhou um prêmio Victorian Premier’s Literary.


Os jurados da categoria de ficção do Prime Minister’s Literary elogiaram a "sofisticação da expressão" de Jessica Au, dizendo que o livro "sinaliza uma nova direção na literatura australiana".


"incrivelmente lisonjeiros, [embora] pessoalmente eu não sinta que tenho uma enorme barreira entre literatura australiana versus literatura. Não sei se meu livro está fazendo algo particularmente radical se você expandir os parâmetros... Espero que olhemos para outros lugares e outros escritores." disse Jessica Au sobre os cometarios dos jurados.


A autora passou quase uma década trabalhando no romance, mas apenas três meses realmente escrevendo-o.


"Foi uma gênese muito longa, mas acho que isso ajudou de certa forma, ter essas ideias na [minha] cabeça por tanto tempo. Escrevo muito devagar também! Acho que quando... De repente, você chegou ao momento em que tudo se aglutinou, pode vir muito rápido. Mas é preciso muito para chegar a esse ponto." disse Jessica Au sobre o seu processo de escrita.


O sucesso do livro proporcionou a Jessica Au as condições materiais para continuar a escrever, o prémio monetário permitiu-lhe baixar para o período parcial no seu trabalho diurno.


"Mudou a minha vida, ter esse tipo de estabilidade financeira para ter tempo criativo. Ainda precisamos de um trabalho diurno (...) Mas até ter o luxo de ter horas para não fazer nada, para pensar criativamente, para ler – isso tem sido ótimo." disse Jessica Au.



Fonte da matéria aqui.

Comments


bottom of page