google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Brasil será o convidado de honra da 32ª edição da Feira Internacional do Livro de Havana

Brasil será o convidado de honra da 32ª edição da Feira Internacional do Livro de Havana

A 32ª edição da Feira Internacional do Livro de Havana começa em no dia 15 e o Brasil será o convidado de honra da feira. Espera-se que com essa relação entre os países a feira promova laços históricos e culturais para os visitantes. Originalmente, o evento era para acontecer no dia 8 de fevereiro, mas chocaria com o carnaval no Brasil. O evento aceitou modificar suas datas e esperar o fim do carnaval no país convidado.


O Brasil desembarca em Cuba na próxima semana com 6 mil livros, além de filmes e música. A feira receberá autores como Ailton Krenak, Jeferson Tenório, Socorro Aciolli, Conceição Evaristo, Eliana Alves Cruz e Frei Betto. O evento contará também com o músico Emicida e uma vasta programação cultural que inclui sete filmes nacionais - entre elas Marighella (2019), concertos de música erudita brasileira e rodas de choro.


Para garantir que os livros oferecidos ao público sejam em espanhol, o governo brasileiro realizou uma operação pela região para comprar obras de editoras hispano-americanas que tinham traduções dos autores nacionais contemporâneos. Os livros serão vendidos a um preço mais baixo e outros ainda serão doados para instituições, bibliotecas de bairro e centros culturais por Cuba. A meta é de que a nova literatura brasileira seja promovida pelo país


A feira aconteceu pela primeira vez em 1982, e ocorreu a cada dois anos até 2000, quando se tornou uma tradição anual. O festival é composto por vendedores de livros, leituras de poesia, atividades infantis, exposições de arte e concertos à noite. É considerado o principal evento cultural de Cuba, bem como o evento com maior público em Havana. A 18ª Feira Internacional do Livro de 2009 teve aproximadamente 600.000 visitantes. Cada feira do livro é dedicada a um gênero, edição ou autor, e também um convidado de honra. Desde 2000, cada feira do livro é dedicada a autores e intelectuais cubanos que são sancionados pelo governo cubano.

Commentaires


bottom of page