google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Escritores britânicos pedem ao governo que legisle a garantia de bibliotecas em escolas

Escritores britânicos pedem ao governo a garantia de bibliotecas

Philip Pullman, autor da trilogia "Fronteiras do Universo", juntou-se aos célebres escritores britânicos Michael Morpurgo e Julia Donaldson neste fim de semana para pedir ao governo que legisle imediatamente para garantir que todas as escolas no Reino Unido tenham bibliotecas.


No início deste mês, a ex-laureada infantil Julia Donaldson, autora de "O Grúfalo" e muitas outras histórias populares para jovens, fez desta campanha um elemento-chave em seu programa BBC Radio 4 Analysis sobre a crise de leitura entre as crianças britânicas. Se não for aplicada por lei, a disponibilização de uma biblioteca escolar, segundo ela, deve pelo menos agora fazer parte de uma avaliação do Ofsted.


Dados produzidos no ano passado revelaram uma queda no número de escolas secundárias com bibliotecas, enquanto 14% das escolas primárias indicaram não ter biblioteca. Julia Donaldson apoutou que, embora as prisões britânicas sejam legalmente obrigadas a ter uma biblioteca, algumas das próximas gerações de crianças em idade escolar estão ficando sem.


O apelo conjunto dos célebres autores ocorre no momento em que uma nova pesquisa da Universidade de Manchester é publicada neste fim de semana mostrando que ler quadrinhos e graphic novels pode ser uma introdução crucial aos livros. Em setembro passado, um relatório do National Literacy Trust revelou que mais de 56% dos jovens de oito a 18 anos não gostam de ler em seu tempo livre. Os níveis de prazer de leitura foram mais fracos para crianças pobres.


Fonte da matéria aqui.

bottom of page