google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Escape Room 2: Tensão Máxima Crítica

Escape Room 2 Tensão Máxima Escape Room: Tournament of Champions crítica filme cinema longa-metragem crítica de filme crítica de cinema

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: Seis pessoas se encontram presas em uma nova série de armadilhas, buscando o que elas têm em comum para sobreviver e descobrindo que todos já jogaram esse jogo antes.

 

Crítica: A melhor coisa sobre a série de filmes Escape Room é que ela dá ao público instruções claras já logo no título sobre o que eles devem fazer, escapar de uma sala. O primeiro filme não foi particularmente assustador, exagerado, criativo, cheio de suspense, chocante, satírico ou sangrento, mas não foi um filme difícil de assistir. “Escape Room 2: Tensão Máxima” cai ainda mais nas profundezas do trabalho enfadonho.

 

Os ambientes são menos legais desta vez e permanecem totalmente irrealistas, mas continuam sendo um ótima produção visualmente bonita. Há um banco subterrâneo gigante, uma praia completa com farol e uma recriação de uma esquina de Nova York. 

 

“Escape Room 2: Tensão Máxima” tem uma natureza mecânica, o roteiro é basicamente resumido no quebra-cabeça que as salas entregam para resolver. Não há tempo de esboçar uma história ou desenvolver um personagem, tudo é jogado na tela com pressa, com personagens gritando pistas um para outro o filme inteiro.

 

Isso priva os atores de entregar personagens empáticos e quebra qualquer pacto emocional com o público. Há um momento decente de emoção aqui e uma dúzia de chances perdidas ali. Os atores poderiam ter nos dado mais, mas a corrida louca para chegar onde todos sabem que essa coisa está indo, nos priva de uma experiência que o filme poderia ter proporcionado.

 

O final se baseia nos episódios de 'Lost', quando você pensa que eles finalmente conseguiram sair da sala de fuga, estamos de volta ao ponto de partida. O que infelizmente significa mais sequências de 'Escape Room'. Se você está atrás de quase 90 minutos de tensão e fúria com um ritmo muito acelerado para que seu cérebro não se canse, “Escape Room 2: Tensão Máxima” é um filme B habilmente elaborado que nunca fica chato. 

 

Nota: 4



Comments


bottom of page