google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Edição de "De Humani Corporis Fabrica Libri Septem" do século 16 vai a leilão

De Humani Corporis Fabrica Libri Septem

Quando o médico renascentista Andreas Vesalius escreveu sua magnum opus sobre anatomia humana em 1543, ele transformou o estudo da medicina e revolucionou a maneira como os cientistas investigam o mundo. Uma edição de seu "De Humani Corporis Fabrica Libri Septem", estimada em até £ 1 milhão (R$ 6.221.000,00), será vendida em leilão pela primeira vez desde que os estudiosos descobriram que foi anotada pelo próprio Andreas Vesalius.


O frágil livro de 800 páginas foi vendido pela última vez em 2007 por cerca de £ 8.500 (R$ 52.878,50) para o Dr. Gerard Vogrincic, um patologista canadense aposentado e fã de história médica que coleciona livros médicos antigos anotados.


Dr. Gerard Vogrincic notou que todo o texto, que rendeu a Vesálio a reputação de "pai da anatomia humana moderna", foi fortemente anotado em latim do início ao fim, com cruzamentos incomuns de parágrafos, pequenas alterações em desenhos e correções de erros de pontuação e ortografia.


Incapaz de ler latim, Vogrincic decidiu comparar a caligrafia do anotador com outros exemplos conhecidos da caligrafia de Vesálio. Quando mais de 100 palavras pareciam ser idênticas, ele entrou em contato com a renomada especialista em Vesalius, Prof. Vivian Nutton, do Centro de História da Medicina da UCL, que leu e estudou as anotações e confirmou que elas foram realmente feitas por Vesalius. Vogrincic não tinha ideia quando comprou o livro de que Vesalius já o tinha tocado, muito menos feito anotações nele, mas ele o queria para sua coleção independentemente disso.


Quando Andreas Vesalius publicou suas descobertas altamente controversas na "De Humani Corporis Fabrica Libri Septem", aos 28 anos, ele entrelaçou seu texto com ilustrações detalhadas da anatomia humana. Vesalius publicou uma segunda edição do livro em 1555, e os estudiosos concluíram que a cópia que estava sendo oferecida para leilão na Christie's em Nova York foi anotada pelo autor em preparação para uma terceira edição. Uma terceira edição de "De Humani Corporis Fabrica Libri Septem" nunca foi publicada devido à morte prematura de Vesálio, aos 50 anos, em um naufrágio. Os estudiosos agora consideram esta única cópia anotada como as revisões finais de Vesálio para seu famoso texto.


Fonte da matéria aqui.

bottom of page