google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Como Treinar o Seu Dragão Crítica

Como Treinar o Seu Dragão Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: Na ilha de Berk, os vikings dedicam a vida a combater e matar dragões. Soluço (Jay Baruchel), filho do chefe Stoico (Gerard Butler), não é diferente. Ele sonha em matar um dragão e provar seu valor ao pai, apesar da descrença geral. Um dia, por acaso, ele acerta um dragão que jamais foi visto, chamado Fúria da Noite. Ao procurá-lo, no dia seguinte, Soluço não consegue matá-lo e acaba soltando-o. Só que ele perdeu parte da cauda e, com isso, não consegue mais voar. Soluço passa a trabalhar em um artefato que possa substituir a parte perdida e, aos poucos, se aproxima do dragão. Só que, paralelamente, Stoico autoriza que o filho participe do treino para dragões, cuja prova final é justamente matar um dos animais.

 

Crítica: Adaptado do livro de Cressida Cowell, com o roteiro de Will Davies e dos diretores Dean DeBlois e Chris Sanders, "Como Treinar o Seu Dragão" traz o estereótipo dos vikings com chifres, caras carrancudas e de jeito bruto, mas possui uma grandiosidade visual arrebatadora e uma mensagem forte.

 

Para mim a maior desvantagem é seu enredo "Zero to Hero" (zero a herói), onde o personagem-título é um desajustado que, depois de acidentalmente causar estragos, precisa passar por treinamento para atingir seu verdadeiro potencial. O resultado de "Como Treinar o Seu Dragão" é uma conclusão antecipada e bastante previsível. 

  

O que faz a animação ser acima da média é sua mensagem sobre tolerância, que envia às crianças uma mensagem positiva sobre os perigos do medo, do preconceito e da violência. É difícil realmente derrubar um filme infantil que tenta fazer algo mais do que a habitual enxurrada de piadas de peido e números musicais.


"Como Treinar o Seu Dragão" também é um pouco mais sério do que os filmes da DreamWorks, oferecendo mais ação e dedicando muito tempo a batalhas aéreas entre dragões domados e malignos.


Essa animação da DreamWorks é um filme doce, brilhante, bonito e cheio de ação. Todos os esforços em entregar algo diferente foi ambicioso e deu certo, porém "Como Treinar o Seu Dragão" entrega uma história previsível e muito presa aos moldes padrões de enredo.

 

Nota: 7




Comments


bottom of page