google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Carros 3 Crítica

Carros 3 Crítica crítica filme cinema longa-metragem crítica de filme crítica de cinema pixar disney plus

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.


Sinopse: Veterano das pistas, o campeoníssimo Relâmpago McQueen se vê em apuros após o surgimento de um novato bastante veloz, Jackson Storm, que utiliza de alta tecnologia nos treinamentos. Obrigado a chegar ao limite para batê-lo, McQueen acaba sofrendo um sério acidente durante uma corrida, que o obriga a abandonar o campeonato daquele ano. Prestes a iniciar a próxima temporada, ele se vê em dúvidas sobre se consegue ser rápido o suficiente para bater Storm e, por causa disso, busca ajuda com seu novo patrocinador.

 

Crítica: "Carros 3" surpreende não por ser muito bom, mas porque assisti ele com uma expectativa baixa. A cena do acidente do Relâmpago McQueen é poética. A escolha de fazer uma cena silenciosa faz a tensão brotar quase que automaticamente. Uma cena muito bem pensada e executada.

 

Os diálogos são bem feitos, o roteiro tem uma estrutura que funciona legal no começo e da metade do filme para frente é mais ou menos. Na metade do filme já sabemos como será o final dele, é previsível, principalmente nos dias atuais, onde é normal beberem da fonte de protagonista masculino passarem o bastão para protagonistas femininos. "Carros 3" é exatamente igual ao filme "Logan" em suas primícias.

 

O filme é para os dois públicos crianças e adultos. O filme é dinâmico e colorido, o que funciona para os pequenos. Mas a história de que McQueen está velho e agora precisa se adaptar a uma nova geração, somente quem é adulto consegue se projetar no filme.

 

A Pixar está errando a mão em seus filmes, mas "Carros 3" dá para colar um selo de qualidade Pixar, mas passa raspando. A criançada vai adorar com certeza, um filme que vale a pena principalmente para quem é amante da história.

 

Nota: 6



Comments


bottom of page