google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Cinco anos e 2 milhões de exemplares depois, autor independente fecha contrato com editora


autor independente

Em 2018 o autor independente, JM Dalgliesh, era pai de família quando enviou seu primeiro romance policial a seis agentes literários, apenas para receber cartas de rejeição educadas – ou nenhuma resposta. Recusando-se a desistir, ele encontrou inspiração na sugestão de um amigo de tentar se autopublicar. O conselho não poderia ter sido melhor.


Seu romance, Casa Dividida, se tornaria o primeiro de 22 thrillers policiais autopublicados, que venderam mais de 2 milhões de cópias no total. Agora, Dalgliesh, cuja primeira inicial representa Jason, assinou contrato com uma editora tradicional, e será capaz de alcançar ainda mais leitores, em parte através da venda de direitos em todo o mundo. A Bookouture, uma divisão da Hachette UK, adquiriu quatro novos thrillers do autor que serão publicados em 2024 e 2025.


Dalgliesh, de 48 anos, mora em Norfolk com a esposa, Helen, e dois filhos, de 12 e nove anos. Ele já havia trabalhado em vários empregos. Quando entrou em contato com os agentes, em 2018, recebeu algumas palavras encorajadoras. Um deles escreveu que não iria publica-lo, mas sugeriu que ele escrevesse outra coisa e voltasse a ela em seis meses ou no ano seguinte, lembrou. Quando o autor se autopublicou, ele espalhou a notícia anunciando na Amazon e no Facebook e liderou as listas de mais vendidos na Amazon e no Kindle.


A parceria com uma uma editora tradicional, pode fazer o autor ir ainda mais longe. Apesar do digital ser uma ambiente enorme, a maioria dos leitores ainda compra em livrarias, então uma editora tradicional era outro caminho para aumentar seu público leitor.


Fonte da matéria aqui.

bottom of page