google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

A Chegada Crítica

A Chegada Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS

 

Sinopse: Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.

 

Crítica: Extraterrestre invadindo a terra não é nenhuma novidade. A grande Holywood já está bem acostumada com estas visitas indesejadas. Em 'A Chegada' o clichê ganha uma linguagem poética, sensível e elegante. O filme foi baseado em um conto chamado 'Story os Your Life', escrito por Ted Chiang.

 

Amy Adams está excelente na personagem Dra. Louise ela oferece uma interpretação muito íntima, interna e com bastante sutileza, ela consegue sustentar e guiar a trama da forma como deveria ser. Temos Jeremy Renner e Forest Whitaker no filme, mas o brilho é todo de Amy Adams.

 

Denis Villeneuve entrega um filme muito bonito e sentimental de maneira onde você fica bem integrado com a história e se importando com o personagem. Os conceitos do filme são bem trabalhados, de uma forma onde ele não escorrega no clichê. Aqui não vemos os cortes acelerados, muito pelo contrário, as imagens viraram poesias na mão do diretor. Aqui temos uma visão contemplativa dos fatos e junto com os personagens vamos descobrindo o que há de novo.

 

Eric Heisserer, responsável pelo roteiro do filme, entrega uma história que foge um pouco do convencional de extraterrestres. A trama é linear sendo contada de trás para frente ou de frente para trás (você terá que assistir ao filme para saber!), que deixa a trama ainda mais interessante. O filme oferece um drama familiar que muito telespectador se identifica, deixando o filme mais sensível e ao alcance de todos.

 

Responsável pela trilha sonora foi o compositor Jóhann Jóhannsson que executou um papel fundamental em 'A Chegada'. No começo do filme, por exemplo, quando estamos conhecendo os nossos amigos extraterrestres a música cresce nos preparando para o que vamos ver. A trilha não é exagerada, a intenção não é nos manipular.

 

'A Chegada' é um filme que fala sem falar. Talvez um dos melhores filmes de ficção científica da atualidade. Não assista ao filme esperando ser um 'Independence Day' aqui você precisa ter paciência e contemplar o que se assiste. Um filme que vale muito a pena conferir.

 

Nota: 9




留言


bottom of page