google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

A Barraca do Beijo 3 Crítica

A Barraca do Beijo 3 Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: Elle precisa decidir onde irá ingressar na faculdade e sua decisão afetará diretamente sua relação com Lee e Noah. Mas enquanto sofre com essa escolha difícil, ela encontra a antiga lista de atividades para fazer antes da faculdade e decide pôr em prática tudo da lista antes que o verão acabe.

 

Crítica: A franquia 'A Barraca do Beijo' da Netflix começou com atitudes sexistas e retrógradas em relação aos personagens principais em idade escolar, depois evoluiu para uma coleção de tropas românticas e truques que dão ao gênero uma má fama. Agora ficamos com o episódio final, após três filmes, esta série ainda não conseguiu encontrar o seu protagonista.

 

'A Barraca do Beijo 3' encontra mais complicações para Elle, mas nenhuma delas mostra que ela está se tornando uma pessoa madura. Na franquia, toda a identidade de Elle está enraizada em seus relacionamentos com Noah e Lee. Sem eles, ela simplesmente não existe.

 

Tem muita coisa acontecendo em 'A Barraca do Beijo 3', há muitas distrações para realmente desenvolver a dinâmica sem algum diálogo desajeitado explicando exatamente o que está acontecendo. Parte disso é devido ao grande número de histórias comprimidas em menos de duas horas de duração do filme.

 

Diante de um roteiro muito pobre, direção fraca, ritmo horrível, muita tela verde e piadas sem graça, o elenco injeta coração e humor em seus personagens, ainda assim, o charme dos atores e atrizes não são suficientes para salvar a franquia, que finalmente e felizmente, está chegando ao fim, ou não...

 

Joey King, que normalmente dá o seu melhor para vender as dores crescentes do amor jovem de Elle, parece um pouco mais cansada desta vez. Ela deixou para trás o otimismo de olhos arregalados dos filmes anteriores por uma Elle que parece tão exausta com tudo isso.

 

O namorado legal e gostoso de Jacob Elordi também parece igualmente cansado. A postura machista de seu personagem é menos sobre se conectar com Elle do que ser muito inseguro com ela. Joel Courtney parece ser o único totalmente comprometido com seu personagem, o que infelizmente, não parece ter amadurecido muito desde quando ele protestou pela primeira vez por sua melhor amiga namorar seu irmão.

 

O filme se torna maçante e cansativo quando mais uma vez essas crianças tem uma lista de atividades para cumprir, essencialmente preparadas por Elle para deixar Lee feliz. Por razões que não posso explicar, isso inclui um concurso para ver quem consegue beber bebidas congeladas mais rápido, um número de karaokê induzido por gás hélio e um flash mob coreografado. O único cenário que consegue ser mais criativo do que exaustivo é uma corrida de kart baseada no videogame "Mario Kart".

 

É difícil acreditar que a cinematografia desses filmes poderia piorar, mas acredite em mim, piorou. Provavelmente devido à pandemia ou a uma agenda apertada, uma série de closes de Elle, Lee e Noah claramente têm planos de fundo verdes, parecendo tão pouco naturais quanto muitas coisas na história.

 

'A Barraca do Beijo 3' parece se preocupar mais em entregar diversão do que uma boa história. Embora haja o suficiente para distrair os espectadores da história extremamente sutil, a ideia de diversão do filme torna-se tediosa rapidamente. O longa é uma ótima conclusão para a trilogia, continuando a diversão exagerada, embora superficial, dos filmes anteriores enquanto tenta levar a história de Elle adiante.

 

Nota: 3



댓글


bottom of page