google.com, pub-4979583935785984, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page
  • Vinicius Monteiro

Thor Crítica

Thor Crítica

Esse texto pode conter possíveis SPOILERS.

 

Sinopse: Thor (Chris Hemsworth) estava prestes a receber o comando de Asgard das mãos de seu pai Odin (Anthony Hopkins) quando forças inimigas quebraram um acordo de paz. Disposto a se vingar do ocorrido, o jovem guerreiro desobedece as ordens do rei e quase dá início a uma nova guerra entre os reinos. Enfurecido com a atitude do filho e herdeiro, Odin retira seus poderes e o expulsa para a Terra. Lá, Thor acaba conhecendo a cientista Jane Foster (Natalie Portman) e precisa recuperar seu martelo, enquanto seu irmão Loki (Tom Hiddleston) elabora um plano para assumir o poder. Mas os guerreiros do Deus do Trovão fazem a mesma viagem para buscar o amigo e impedir que isso aconteça. Só que eles não vieram sozinhos e o inimigo está presente para uma batalha que está apenas começando.

 

Crítica: O "fracasso" de "Thor" começa no nível da história, com um roteiro que liga essencialmente efeitos especiais. Alguns dos diálogos são falsos e outros são ironicamente idiotas. Outro problema: Thor não é um personagem interessante.

 

Os deuses da mitologia grega, romana e nórdica compartilham o mesmo problema, que é o que você vê é o que você obtém. A construção dos personagens, principalmente dos heróis neste filme, são definidos por seus atributos, não por suas personalidades. 

 

No grande cenário de filme de super herói que estamos, em Thor nada emocionante acontece, nada de interesse é dito, os efeitos especiais evocam não um lugar ou um tempo, mas simplesmente um mundo fabricado em um computador.

 

"Thor" é bem produzido, dirigido com competência por Kenneth Branagh, mas que não empolga em momento algum. As melhores cenas surgem, quase sempre, devido a piadas ou aparições de personagens do universo Marvel. 

 

O longa-metragem comete o erro de quase todos os outros filmes de super heróis, ele não se assume. Ele nem consegue ser totalmente divertido para as crianças e nem consegue entreter por completo os adultos.

 

O filme funciona e cumpri sua promessa em apresentar o personagem para o público, mas "Thor" não passa de uma apresentação. Talvez para aproveitar mais da história e do personagem nos próximos filmes da franquia, mas "Thor" não empolga e não emociona se tornando um filme limitado.

 

Nota: 5



留言


bottom of page